AVISO: NOVO LOCAL DE ATENDIMENTO - Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Especialista em Dor na Coluna em São Paulo – Tratamento para Dor nas Costas

Você tem sentido dor nas costas? Sentir dor nunca é normal, nós estamos aqui para te ajudar a lidar com esta situação. Sua saúde e seu bem-estar são nossas prioridades.

Agende sua consulta 

 

A dor nas costas pode se apresentar de muitas formas diferentes e variar em intensidade, desde um leve incômodo até uma dor aguda e repentina que prejudica por completo a qualidade de vida do indivíduo.

Em todo caso, é essencial buscar um tratamento para dor na coluna adequado, já que esse quadro pode se tornar incapacitante. 

Atendendo há mais de 35 anos em São Paulo na região dos Jardins, a Clínica Dr. Hong Jin Pai & Associados conta com uma equipe de médicos de diversas especialidades, com foco em tratamento interdisciplinar de Dor, Reabilitação e Acupuntura, sob coordenação do Dr. Hong Jin Pai e Dr. Marcus Pai.

Sobre nós

O Dr. Hong Jin Pai, é médico Professor Colaborador do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, e é médico formado pela Faculdade de Medicina da USP, com especialização e pós-graduação em Acupuntura na China. 

O Dr. Marcus Pai é Médico especialista em Acupuntura e Fisiatria, com Área de Atuação em Dor pela Associação Médica Brasileira, referência como especialista em Dor em São Paulo. É Doutorando em Ciências pela Universidade de São Paulo, e Médico Colaborador do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, sendo também Professor Convidado da Universidade de São Paulo.

Agende Sua Consulta

Atendemos na região dos Jardins em São Paulo, em uma ampla clínica com mais de 800 m² e 20 salas de atendimento individuais.

Ligue para a Clínica das 07:00 às 21:00 de segunda a sexta, ou escreva um e-mail que responderemos em até 24 horas.
Horário de Atendimento
Seg. a Sex. 07h00 às 21h00
Sábados. 07h00 às 12h00

Etapas Do Tratamento Para Dor Nas Costas

  • Diagnóstico das causas da dor na coluna
  • Controle da dor e do processo inflamatório e tratamento das causas
  • Restauração da amplitude de movimento articular e extensibilidade dos tecidos moles
  • Melhoria da força e resistência muscular
  • Reeducação da coordenação
  • Melhoria da condição cardiovascular geral
  • Programas de exercícios de conservação

Dúvidas Frequentes

A dor nas costas pode voltar?

Se você simplesmente enfrentar a dor e não mudar os maus hábitos que levaram à lesão,  é possível que o problema volte a ocorrer. A prevenção é o principal no cuidado das costas, já que uma vez que você apresente um problema nessa aérea, você tem quatro vezes mais chances de sofrer novamente no futuro.

O que causa dores nas costas

4 entre 5 pessoas irão experimentar dores nas costas em algum ponto da vida. Mecanismos corporais deficientes (como curvar a cintura quando está levantando algum peso) são normalmente  contribuintes para diversos tipos de dores de costas. Sentar  por um longo período de tempo também pode provocar uma pressão excessiva na espinha que resulta em lesão.

Um grande número de pessoas machuca suas costas no trabalho. Qualquer ocupação que envolva se curvar, levantar peso, sentar, ficar de pé por muito tempo, ou movimentos repetitivos pode fazer você vulnerável a uma lesão se você não está em forma. Em casa, segurar crianças ou outra carga pesada repetidamente ou impropriamente pode causar uma lesão.

Enquanto muitas pessoas culpam sua dor por uma escorregada, torção ou o carregamento de alguma carga pesada, a dor nas costas pode, geralmente é um acúmulo de anos de movimentos defeituosos e pequenas irritações à coluna vertebral. Pouca flexibilidade e a pessoa estar fora de forma pode ser um dos principais contribuintes para a dor nas costas.

O que devo fazer quando minhas costas doem?

Evite atividades que possam agravar sua dor. Enquanto seu primeiro instinto pode ser voltar para a cama, pesquisas recentes indicam que continuar ativo pode ajudar na recuperação das dores nas costas. Repouso e inatividade por mais de dois dias podem na verdade serem prejudiciais, já que pode perder força, flexibilidade e resistência.

Tente esses primeiros socorros quando estiver com dor nas costas:

  •  Mantenha a atividade física, mas tenha cuidado para evitar quaisquer movimentos que possam

  • Agravar a dor nas costas.

  • Tome analgésicos ou anti-inflamatórios

  • Aplique gelo na parte de trás de 15 a 20 minutos  por  uma hora, três a cinco vezes por dia, para reduzir o inchaço, inflamação e dor.

  • Prossiga com exercícios de baixo impacto, como caminhadas ou hidroginástica.

  • Ao dormir, encontre uma posição confortável (talvez de lado, com um travesseiro entre os joelhos) e tente mantê-la

Por que as costas doem?

A postura ereta força a coluna a uma posição na qual ela se acha, constantemente, exposta a  pequenos traumas e a estresses sobre estruturas sensitivas, Estas estruturas constituem o suporte de ossos, articulações, meninges, nervos, músculos e aponeuroses.

O corpo vertebral, embora curto, é  realmente um osso longo, com superfícies terminais de osso espesso e um centro de osso compressível. Ele é inervado pelas raízes dorsais. Seu periósteo é, acentuadamente, sensível à dor. (Isto explica por que golpes na tíbia são tão dolorosos: o periósteo está desprotegido), As articulaçõs (facetas articulares) são verdadeiras articulações diartrodiais e têm cápsula e menisco. Cápsula e ossos são ricamente inervados com nociceptores e sujeitos a estresse cada vez que a coluna sofre uma rotação ou uma inclinação.

Por que é essencial uma boa avaliação psicológica no paciente com dor?

A finalidade de uma avaliação psicológica é inserir a experiência da dor no contexto de vida do paciente.  Especificamente, avalia-se o impacto da dor sobre o desempenho dele e o papel que a construção psicológica do paciente tem na experiência da dor. Não se planeja diferenciar dor psicogênica de dor somática. Procura-se, no entanto, avaliar o impacto da ansiedade, da depressão e de experiências anteriores de vida sobre a dor.

Quais são as características da dor originada no dorso?

O tipo de dor varia de acordo com a estrutura envolvida. A dor originada no corpo vertebral (por osteoporose, tumor ou infecção) tende a ser local e é muito incómoda. É uma dor somática, nociceptiva, piorada por levantar-se ou sentar-se e aliviada em decúbito supino. Embora seja, habitualmente, local, pode ser referida a outras áreas.

Caracteristicamente, o corpo vertebral de L1 refere a dor à crista ilíaca e ao quadril. Quando a articulação facetária está envolvida, a dor é mais acentuada quando há extensão do dorso. A limitação da margem de movimentos ativos é uma característica da dor facetária.

Quando devo visitar um médico para tratar da dor?

Em 90% dos casos de pessoas com dores agudas nas costas, os sintomas tendem a desaparecer em algumas semanas.  Seu médico pode recomendar intervenções especificas que possam acelerar a recuperação e poderá ainda sugerir medidas para prevenir a lesão.

Se você estiver seguindo as recomendações acima e a dor não diminuir após 4 ou 5 dias você deve avisar seu médico especialista em dor, como o médico fisiatra.  Além disso, você deve informar seu médico imediatamente caso tenha dor que irradie pela perna, dificuldade para usar os membros, levantar dedos,  fraqueza nos tornozelos, dificuldade de ficar reto, perda de controle da bexiga ou do intestino,  formigamento na perna, dificuldade de ereção, infecção ou febre alta. Apesar de ser raro, dor nas costas pode indicar problemas mais sérios, então, qualquer dor que não esteja passado deve ser avisada ao médico.

No primeiro momento, seu médico pode prescrever remédios ou um programa de exercícios em casa, ou até mesmo transferir você para um fisioterapeuta para um tratamento mais intensivo. Em algumas situações que as dores nas costas não estejam  passando, você também pode procurar tratamento com alguém com treinamento mais especializado , como um médico especializado em medicina do esporte, um médico especialista em reabilitação e dor, ou até mesmo um cirurgião espinhal.

Como prevenir a Lombalgia?

  • Condicione e fortaleça os músculos abdominais e  as pernas para dar o maior apoio e flexibilidade para as costas.  Exercícios fortalecem seu tronco e extremidades inferiores, o que  ajuda a construir o apoio da coluna vertebral.

  • Aprenda a se movimentar com segurança. Dobre os joelhos ao levantar, nunca a sua cintura ou as costas.  Além disso, segure objetos perto de sua cintura. Articule- se  e não se torça ao se mover.  Quando tiver que pegar algo, chegue mais perto ou use um banquinho. Se você estiver executando alguma tarefa que  exija movimentos repetitivos, faça intervalos.

  • Avalie seu local de trabalho, em termos de tarefas realizadas e como ele se apresenta. Sua cadeira deve ter um bom apoio lombar se você fica sentando por muito tempo. Sempre estique-se  e mude de posição se você está sentado ou em pé durante todo o dia.  Organize seu local de trabalho (Telefone, computadores, arquivos, etc.), para que os movimentos  da cabeça, ombros, pescoço e braços sejam mínimos.  Você não deve ter que se curvar para a frente na sua superfície de trabalho.

  • Mantenha um bom peso corporal.  Ao transportar excesso de peso, especialmente em torno do abdômen, as tensões dos músculos  podem  colocar  a coluna vertebral em estresse.

  • Aprenda técnicas de relaxamento. O estresse emocional faz com que os músculos das costas fiquem tensos, o que pode resultar em espasmos dolorosos.

  • Use calçados confortáveis. Saltos mais altos do que 1,5 polegadas jogam a bacia para a frente e podem machucar as costas. Seus sapatos devem apresentar um bom suporte e amortecimento.