AVISO: A partir de 13/07, estamos atendendo na Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Entenda o tratamento com gelo e água quente feito por Lady Gaga

Aline Chalet, do R7


A cantora Lady Gaga, 33, postou foto em banheira de gelo após cair do palco com um fã. Na legenda ela diz “rotina pós-show: banho de gelo por 5 a 10 minutos, banho quente por 20 minutos e depois roupa de compressão embalada com sacos de gelo por 20 minutos”.

O tratamento é comum para combater dores de exercício físico e traumas, segundo o fisiatra Marcus Yu Bin Pai, médico pesquisador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do Hospital das Clínicas..

O médico ressalta que tanto o gelo como o calor são usados para o controle da dor.

Além disso o ortopedista Giancarlo Polesello, presidente eleito da Sociedade Brasileira de Quadril, explica que as compressas têm propriedades anti-inflamatórias.

O gelo promove a vasoconstrição, diminuindo a velocidade do fluxo sanguíneo, isso faz com que diminua a velocidade de transmissão do impulso da dor pelo nervo. O calor aumenta a circulação e promove o relaxamento muscular, diz o fisiatra.

Polesello observa que tanto o tratamento apenas com gelo, com calor ou o combinado, garantem uma melhor circulação. A alternância de temperatura — de mais frio para ambiente, de ambiente para mais quente ou de mais frio para mais quente — faz os vasos sanguíneos contraírem e dilatarem, melhorando a circulação.

A melhor circulação faz com que o corpo combata mais rápido a inflamação do local com trauma.

Segundo o ortopedista, o tratamento é escolhido de acordo com a melhor adequação do paciente, não existindo traumas em que é melhor o gelo ou o calor. Ele indica esse tratamento para lesões mais leves e superficiais. Em casos mais graves é feito um tratamento combinado com medicamentos e fisioterapia.

Por outro lado, para combate da dor, o gelo e o calor possuem propriedades diferentes.

“A terapia de contraste, de banheira de gelo, banho quente e depois gelo nos lugares mais afetados, visa atingir o benefício dos dois tratamentos de forma mais intensa”, afirma Yu Bin Pai. Normalmente é indicado após atividades que exigem o corpo inteiro, que lesionam desde os pés e o tornozelo até a coluna.

O fisiatra afirma que compressas de gelo são mais indicadas para dores agudas, que durem algumas horas ou dias, como dores articulares, artrose de joelho, dor no quadril, dor no cotovelo, tendinite e túnel do carpo, dor por compressão de nervo na palma das mãos.

Já as compressas quentes são melhores para dores crônicas, que durem semanas ou meses, como hérnia de disco e dores na coluna, da cervical à lombar.

Apesar do tratamento ser seguro ele não é indicado por mais de 10 a 15 minutos, uma vez que as temperaturas podem ocasionar queimaduras na pele. Tratamentos com calor não são recomendados para pessoas com suspeita de doenças mais sérias como o câncer, pois pode piorar a dor.

A imersão em banheira de gelo não é contraindicada também para mulheres grávidas, pois existe o risco de desenvolver problemas de circulação no bebê.

Além disso,  Yu Bin Pai explica que o tratamento de temperatura pode ser suficiente em casos leves, mas que em dores crônicas é paliativo.

“Vai aliviar a dor por algumas horas, mas depois ela volta, nesses casos precisa combinar com alongamento, fisioterapia e em casos sérios, medicamentos”, ele diz.