AVISO - COVID-19: Estamos com atendimento segunda/terça/quinta/sexta/sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Terra: Ondas de choque, novo tratamento para epicondilite ou cotovelo de tenista

A epicondilite ou cotovelo de tenista é uma lesão que se vê com frequência em esportistas, caracterizando-se por dor na face lateral do cotovelo, bem como falta de força em alguns movimentos realizados com os dedos da mão ou o pulso.

O tratamento habitual da epicondilite inclui repouso, fisioterapia, anti-inflamatórios. No entanto, às vezes a lesão não melhora com o tratamento, resultando em importante limitação funcional.

Novos estudos vêm demonstrando a possibilidade de tratamento com o uso da terapia por ondas de choque, uma nova modalidade terapêutica não invasiva.

As terapias por ondas de choque é um dos avanços mais importantes e eficazes para lesões músculo esqueléticas. Consiste em aplicar ao tecido lesionado ondas sonoras com grande poder energético, capazes de provocar mudanças mecânicas e químicas no local da lesão, podendo acelerar a recuperação.

Segundo o Dr. Marcus Yu Bin Pai, médico colaborador do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, “as ondas de choque tem ação analgésica, mecânica e também vascular, estimulando a liberação de substâncias anti-inflamatórias no tecido lesado, e aumentando a microcirculação sanguínea no local”.

A aplicação do tratamento nas doenças ortopédicas visa estimular o processo de cura biológica em tendões, tecidos e ossos, sendo um método pouco doloroso e não invasivo, não necessitando internação hospitalar.

De acordo com o médico, “os pacientes muitas vezes já sentem um alívio da dor após a primeira sessão, inclusive com melhora do movimento do braço. Porém, os melhores efeitos são observados após duas ou três aplicações”.

As principais indicações do tratamento incluem lesões esportivas, tendinopatias do ombro e calcanhar, epicondilites lateral e medial, fascíte plantar e outras dores crônicas.

Fonte: Dr Marcus Yu Bin Pai

Marcus Yu Bin Pai, médico acupunturista e fisiatra