AVISO: A partir de 13/07, estamos atendendo na Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Jornal de Brasília: Ventosaterapia é a nova opção natural para tratamentos estéticos

O Brasil é um dos líderes mundiais na busca por cirurgias plásticas. Entretanto, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), nos últimos quatro anos, houve um aumento de 32,5% de procedimentos estéticos não cirúrgicos no país.

Um dos motivos para essa mudança são os riscos que uma cirurgia plástica traz. Um procedimento tão complexo como esse pode ocasionar em inúmeros efeitos colaterais, desde rompimento precoce dos pontos, infecções e até, em casos mais sérios, óbitos.

Por isso, técnicas não invasivas estão sendo uma alternativa muito procurada pelos brasileiros para melhorar a aparência.

Uma opção que vem se popularizando com o passar dos anos é a ventosaterapia.

 

 

O que é ventosaterapia

É um tratamento milenar chinês que possui diversas vantagens. A técnica consiste na aplicação de copos, normalmente de vidro, aquecidos sobre a pele. Cria-se um vácuo e um efeito de sucção no lugar em que o material foi posto. É semelhante ao efeito de uma ventosa – daí o nome dado à técnica.

Esse método auxilia na circulação sanguínea e alivia pressões nos músculos e tendões, provocando um efeito de relaxamento. É um tratamento muito usado por atletas profissionais, uma vez que é indicado também para aliviar dor e rigidez dos músculos.

Também se pode observar algumas vantagens estéticas da prática. Tornou-se uma alternativa buscada por aqueles que desejam melhorar a aparência física, mas não querem se expor a procedimentos invasivos arriscados.

 

 

Vantagens estéticas da ventosaterapia

Segundo a SBCP, a lipoaspiração e a dermolipectomia abdominal são dois dos três procedimentos estéticos mais procurados pelos brasileiros, com 16,1% e 15,9% das cirurgias respectivamente. Perdem apenas para o aumento das mamas (18,8%).

Há uma grande preocupação em diminuir as gorduras do corpo e a ventosaterapia é uma forma de conseguir esse resultado. “Como pode auxiliar no aumento da microcirculação local da pele, há casos de uso para ajudar a reduzir a gordura localizada”, afirma Marcus Yu Bin, médico na clínica Dr. Hong Jin Pai

Por ter mais músculos, o abdômen é um local ideal para se aplicar os copos da ventosaterapia. Graças a esse aumento da circulação sanguínea e a pressão realizada na pele do paciente durante o tratamento, também é possível obter outros resultados estéticos, como redução das celulites e intensificação do tratamento de acne.

A técnica é uma alternativa estratégica, já que não é um procedimento invasivo. Diferente das cirurgias plásticas, que, além de possuírem riscos de complicações e infecções, requerem um grande processo de recuperação na fase pós-cirúrgica.

“As vantagens [da ventosaterapia] incluem ser um procedimento indolor, que pode ser realizado em pessoas de qualquer idade, sem efeitos colaterais importantes”, completa o médico.

 

 

Como é o tratamento?

Durante o procedimento da ventosaterapia, os copos aquecidos são deixados no corpo do paciente de cinco a dez minutos. A quantidade de sessões recomendadas varia dependendo da observação do profissional, do que o cliente deseja alcançar com a técnica e de como o corpo irá responder ao tratamento.

Além do abdômen, outros locais que possuem mais músculos – como abdômen, costas, braços e pernas – são os mais indicados para aplicação.

As partes específicas do corpo que recebem a pressão dos copos são similares aos pontos da acupuntura, em busca de um efeito de relaxamento.

Muitas vezes, na ventosaterapia, é recomendado o uso de óleos medicinais e de ervas, para facilitar o movimento dos copos pela pele.

Apesar de ser uma técnica mais segura e sem grandes efeitos colaterais, ainda são necessários alguns cuidados para que o procedimento seja feito da melhor forma possível, a fim de alcançar os efeitos desejados.

 

 

Cuidados com a ventosaterapia

Na hora de buscar um local que realize a ventosaterapia, é imprescindível que o paciente procure clínicas habilitadas para fazer a técnica. Apenas um profissional conseguirá afirmar se é a ideal para a meta do cliente e quantas sessões serão necessárias.

Apesar de ser uma terapia pouco invasiva, é possível que haja algum inchaço, surgimento de hematomas e leves queimaduras na área da aplicação.

Por isso, é ainda mais importante a busca por um profissional de qualidade, a fim de evitar lesões sérias na pele.

A ventosaterapia é indicado para quase todas as pessoas e não há limite de faixa etária para procurar uma clínica especializada. Porém, Marcus Yu Bin alerta para algumas contraindicações: “Pessoas que apresentam problemas circulatórios, como distúrbios hemorrágicos, devem evitar fazer o tratamento. Não se faz também tratamento em locais com feridas e lesões recentes”, afirma. 

Send this to a friend