AVISO: A partir de 13/07, estamos atendendo na Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Auriculoterapia: conheça os benefícios dessa técnica para equilibrar o corpo e a mente


A auriculoterapia é uma terapia natural, também chamada de terapia complementar, que atua na região do ouvido para identificar e reparar desequilíbrios energéticos.

O estímulo é realizado em pontos na orelha utilizando agulhas filiformes, agulhas intradérmicas, esferas magnéticas ou sementes de mostarda, a fim de aproveitar o reflexo que a área exerce sobre o Sistema Nervoso Central. Isso gera um impulso que, ao ser recebido pelo cérebro, desencadeia uma sequência de fenômenos em determinada área do corpo, propiciando o equilíbrio.

“A auriculoterapia usa as zonas reflexas do ouvido externo, e pode ser um tratamento útil no controle de ansiedade leve, insônia leve e também para ajudar a controlar o peso. O principal mecanismo dela é o estímulo de pequenos nervos na região dos ouvido”, explica o Dr. Marcus Yu Bin Pai, médico especialista em dor e acupuntura, colaborador do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas da USP.

Além de atuar em doenças físicas, essa técnica é utilizada também para tratamento de distúrbios emocionais e psicológicos. Confira alguns dos diversos benefícios que esse método pode oferecer.

Combate ao tabagismo: Devido à eficiência dessa prática em aspectos comportamentais ela é usada também no tratamento da dependência de cigarro. Isso se dá por conta da estimulação da produção de endorfina, serotonina e dopamina, que substituem o prazer acarretado pela nicotina.

Auxilia no tratamento da obesidade: No caso dessa condição, os pontos estimulados são os ligados a órgãos controladores da ansiedade e responsáveis por otimizar atividades metabólicas e digestivas, diminuindo a compulsão alimentar, além de auxiliar na eliminação de líquidos retidos.

Ameniza o estresse e ansiedade: Como a aplicação das agulhas atinge o sistema nervoso, ocorre a liberação de hormônios responsáveis pelo prazer e bem-estar, como dopamina, endorfina e serotonina. Essa característica também proporciona o alívio da ansiedade e ajuda no combate à depressão.

Ajuda em doenças respiratórias: Estimulando determinados pontos no pavilhão auricular é possível amenizar as crises de rinite alérgica, asma, bronquite e demais problemas que atacam o sistema respiratório.

Tratamento de enfermidades responsáveis por fortes dores: No caso de problemas como tendinite, dores no joelho e tornozelos, lombalgia, casos de inchaço, contratura, edema, estiramento, fadiga muscular, entorse, entre outros, a auriculoterapia atinge pontos capazes de atenuar as fortes dores que acompanham esses males.

Atenuação de sintomas da TPM: A auriculoterapia promove o controle do ciclo hormonal, reduzindo a TPM e seus sintomas, que podem chegar a prejudicar a rotina e interferir na qualidade de vida de muitas mulheres, dependendo da intensidade com a qual ocorrem. O tratamento deve ser realizado por profissionais qualificados e treinados, pois apenas a estimulação correta dos pontos traz benefícios.

“A terapia tem como foco o ouvido por conta da presença de nervos espinhais do plexo cervical e alguns ramos dos nervos vago e simpático, podendo ter efeito na modulação do sistema nervoso central. Assim, quando estimulamos essas inervações, podemos ter uma pequena estimulação do sistema nervoso com efeitos biológicos, como relaxamento e analgesia”, conclui o Dr. Marcus Yu Bin Pai.