CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Dor no tornozelo: Tendinite do calcâneo

A tendinite de calcâneo é uma condição e dor muito incomoda que acomete muitos praticantes de atividades físicas. Se você está sofrendo com a tendinite do calcâneo fique ligado aqui que podemos te ajudar, vamos dar algumas dicas e explicar como tudo isso acontece e funciona.

A tendinite de calcâneo é uma degeneração do tendão, o famoso tendão de Aquiles, em alguns casos o tendão pode até romper se o tratamento não for eficaz. Como já foi dito, ele acomete muitas pessoas que praticam atividade física, na verdade mais de 70% das pessoas que desenvolve esse problema praticavam esportes e a maioria dessas pessoas são corredores.

O tendão é um cordão fibroso, é formado por tecido conjuntivo, sua função é manter o equilíbrio dinâmico e estático do corpo

As outras modalidades esportivas que favorecem o aparecimento da tendinite do calcâneo é o voleibol, futebol, tênis e outros esportes que exigem dos pés. Antes de falar um pouco mais sobre a tendinite do calcâneo vamos entender como funciona os tendões e qual a sua função.

O tendão é um cordão fibroso, é formado por tecido conjuntivo, sua função é manter o equilíbrio dinâmico e estático do corpo, eles estão unidos aos ossos por ligamentos, com eles é possível produzir os movimentos como de rotação, extensão, flexão e outros. Parece ser bem simples, mas sua função é muito importante e você precisa dos seus tendões. As fibras dos tendões fazem a transferência de força dos músculos para os ossos.

A tendinite do calcâneo dá no tendão do calcâneo, ele liga o tríceps sural, que é a panturrilha ao calcâneo. Esse tendão é responsável pelos saltos e por você conseguir ficar na ponta dos pés.

Quando acontece a tendinite o alinhamento das fibras muda, existe um microrruptura e degeneração, isso acontece geralmente 2 a 6 centímetros acima do osso calcâneo. Mas também pode acontecer na junção do tendão com o osso calcâneo, quando isso ocorre o tendão fica mais grosso e o paciente sente bastante dor durante a apalpação.

Como acontece

image4

Existem várias causas e a principal delas são os treinos intensos como já falamos. Mas também pode ocorrer por outros motivos como o excesso de carga, isso aumenta a tração do tendão. Quando a tração é muito grande e maior que o que ele pode suportar acontece a lesão. Vejamos outras causas:

  • Uso excessivo do tendão calcâneo;
  • Tensão dos músculos da panturrilha;
  • Alteração da pisada e desalinhamento dos pés;
  • Força mal distribuída;
  • Treino de corrida em subida;
  • Uso de calçados inadequados;
  • Pronação excessiva, quando os pés rodam para dentro e achatam-se mais que o normal;
  • Falta de flexibilidade.

Geralmente a tendinite acontece por causa do desgaste da articulação, esse problema é muito comum em jovens e podem ocorrer também em pessoas que caminham e não só correm.

Os sintomas

image3

A tendinite de calcâneo se caracteriza pela dor, é uma dor aguda e aparece normalmente depois das atividades físicas. A área fica dolorida e algumas vezes rígida, principalmente durante a manhã quando o paciente acorda. Muitas vezes fica sensível ao toque e a simples movimentos.

A pele sobre o local também fica quente e inchada. Quando o caso é crônico a dor é pior no início das atividades e não some, veja outros sintomas:

  • Dor no músculo e nos tecidos em volta dele;
  • Dor no calcanhar e na sola do pé;
  • Perda de força do tríceps sural;
  • Em casos mais graves pode ocorrer o rompimento do tendão.

Como você pode ver a dor é o principal sintoma, você vai sentir dor no local e nas regiões próximas, mas nada muito além disso. Esse é um grande problema, principalmente se a dor ainda é leve, nesse caso o paciente não se preocupa tanto e acha que vai ficar bem logo. Pode até ficar bem e voltar ao normal se houver repouso, mas se continuar forçando será pior.

O tratamento

image1
O tratamento quase nunca envolve cirurgia, a dor pode demorar um pouco para desaparecer completamente, mas você não vai precisar fazer procedimentos cirúrgicos.

Para fazer o tratamento é preciso saber primeiro o que é, você não pode chegar no médico falando o que tem e pedindo o tratamento, é preciso antes fazer um diagnóstico. Mas fazer o diagnóstico é bem simples, o médico do esporte ou médico fisiatra vai examinar sua perna e procurar sensibilidade e edema. Ele também vai examinar o seu pé enquanto você caminha e corre e observar se existe excesso de pronação.

Em alguns casos pode pedir raio-x, mas muitas vezes não é necessário. Assim que o médico tiver a certeza que você está com tendinite do calcâneo você fará o tratamento. O tratamento quase nunca envolve cirurgia, a dor pode demorar um pouco para desaparecer completamente, mas você não vai precisar fazer procedimentos cirúrgicos.

Muitas vezes o médico fisiatra vai indicar aplicação de compressas frias, cuidados caseiros são os mais indicados, principalmente em casos simples. O médico pode indicar uso de medicamento anti-inflamatório, ou simplesmente ficar com a perna sobre um travesseiro quando estiver deitado.

O uso de palmilhas nos sapatos e fisioterapia também podem ser indicados, mas tudo vai depender do seu caso. Se o tratamento indicado pelo médico não der o resultado esperado, talvez é necessário uma cirurgia, nessa cirurgia é retirado o tecido inflamado e reparado o dano no tendão. Seu médico também pode indicar o uso de aparelho gessado por algum tempo. Existe também um tratamento por terapia de onda de choque extracorpórea, essa pode ser uma alternativa para evitar a cirurgia.

A Acupuntura pode também ser indicada no tratamento de dores associadas à tendinite ou tendinopatia, aliviando a inflamação tendínea e muscular. A acupuntura consiste na inserção de finas agulhas na pele, visando efeitos analgésicos, anti-inflamatórios e relaxante muscular. É uma excelente opção para alívio rápido de dor e funcionalidade.

Prevenção e dicas da tendinite do calcâneo

image2

Prevenir algumas doenças nem sempre é fácil, mas com a tendinite do calcâneo você não vai ter dificuldade, a melhor maneira de prevenir é adotando uma prática mais saudável de exercícios físicos sem exageros. É interessante sempre fazer alongamentos antes dos exercícios e mesmo que não faça exercícios, você pode se alongar pelo menos uma vez ao dia.

Quando você não se alonga os músculos e tendões ficam tensos e isso pode facilitar a tendinite. Se você já teve ou tem tendência a desenvolver tendinite do calcâneo o indicado é pegar mais leve com os exercícios e evitar corridas. As atividades físicas ajudam a prevenir, mas você precisa saber o que está fazendo e ter sempre o apoio de um educador físico.

Algumas dicas vão te ajudar a prevenir a tendinite do calcâneo, pois além de se alongar e evitar exercícios intensos é interessante:

  • Ficar na ponta dos pés e descer devagar;
  • Massagear o local que começou a doer;
  • Praticar outros exercícios físicos como natação que não força a panturrilha ou o pé.

Existem alguns alongamentos indicados para quem tem esse tipo de problema ou pode desenvolver. O primeiro é o alongamento com a toalha, você precisa sentar em uma superfície firme, laçar um pé com a toalha e puxar suavemente em direção ao corpo, mantendo os joelhos estendidos. O interessante desse tipo de alongamento é que você pode fazer em casa mesmo. 

Outro alongamento que você pode fazer é para alongar a panturrilha estando de pé. Fique em pé com os braços estendidos para frente, apoiadas em uma parede. Uma perna deve estar 40 cm atrás da outra perna, depois troque a posição. Um último alongamento, também bem interessante é em pé: coloque o pé na borda de um degrau e tente alcançar o fundo do degrau com o calcanhar até sentir o alongamento do arco do pé.

Esses alongamentos para a tendinite são simples, mas vão te ajudar a prevenir e também a diminuir a dor que está tendo. Mas fique ligado, pois nunca é bom exagerar e fazer alongamento quando se tem muita dor ou não sabe o problema. Se a dor persistir procure o médico, ele vai te ajudar e orientar da melhor forma possível.

Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

Prof. Dr. Hong Jin Pai

CRM-SP: 36399 / RQE: RQE: 29862 Médico especialista em Acupuntura, formado pela Faculdade de Medicina da USP, com especialização e pós-graduação em Acupuntura na China. Atua no atendimento ambulatorial assistencial e didático no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP), participa e coordena estudos científicos no HC-FMUSP, e também atua como especialista em Acupuntura em sua clínica particular há mais de 35 anos. Dr. Hong Jin Pai é também Professor Colaborador do Instituto de Ortopedia do HC-FMUSP.

4 Comentários

Deixe o seu comentário.
  • Excelente material, obrigado pelas dicas e explicações, farei imediatamente esse tratamento!!
    TKS!!

  • Sinto muita dor no calcanhar já uns 40 dias já tomei antiframatorio estou fzd compressa mas a dor é muito forte

  • Oi,além de muita dor no calcanhar,ele está inchando e criando um calombo .MT estranho,a dor é frequente,fica logo abaixo do tendão.o que pode ser?,meu deus MT dorr

  • Fernando calheiros de medeiros

    Essa dor no tendão no calcanhar acabou comigo chega a ser depressivo não comsigo.mais fazer exercícios nao jogo mais bola nada

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Send this to a friend