CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Especialistas no Tratamento de Dor no Pescoço em São Paulo

Sentir dor nunca é normal, a dor no pescoço pode se tornar significativamente incômoda, afetando suas atividades diárias e sua qualidade de vida. Nós estamos aqui para te ajudar a lidar com este problema.
Agende pelo WhatsApp uma avaliação

Design sem nome 2021 05 20T104528.590

A dor cervical é um tipo comum de dor. Na maioria dos casos, a dor não está relacionada a uma doença grave ou lesão de pescoço, mas nem sempre é possível identificar suas causas. Em todo caso, é muito importante recorrer ao especialista em busca de um tratamento adequado.

Atendendo há mais de 35 anos em São Paulo na região dos Jardins, a Clínica Dr. Hong Jin Pai & Associados conta com uma equipe de médicos de diversas especialidades, com foco em tratamento interdisciplinar de Dor, Reabilitação e Acupuntura, sob coordenação do Dr. Hong Jin Pai e Dr. Marcus Pai.

Sobre nós

O Dr. Hong Jin Pai, é médico Professor Colaborador do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, e é médico formado pela Faculdade de Medicina da USP, com especialização e pós-graduação em Acupuntura na China. 

O Dr. Marcus Pai é Médico especialista em Acupuntura e Fisiatria, com Área de Atuação em Dor pela Associação Médica Brasileira, referência como especialista em Dor em São Paulo. É Doutorando em Ciências pela Universidade de São Paulo, e Médico Colaborador do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, sendo também Professor Convidado da Universidade de São Paulo.

Agende Sua Consulta

Atendemos na região dos Jardins em São Paulo, em uma ampla clínica com 20 salas de atendimento individuais.

Ligue para a Clínica das 07:00 às 21:00 de segunda a sexta, ou escreva um e-mail que responderemos em até 24 horas.
Horário de Atendimento
Seg. a Sex. 07h00 às 21h00
Sábados. 07h00 às 12h00

Principais Causas da Dor no Pescoço

  • Tensão muscular
  • Má postura
  • Uso inadequado de tablets e smartphones
  • Trauma
  • Torcicolo
  • Cefaleia cervicogênica
  • Artrose
  • Artrite reumatoide
  • Hérnia de disco cervical
  • Meningite

Descobrir a causa da sua dor é o primeiro passo para cura.

Perguntas Frequentes 

O que é dor no pescoço?

Sensação dolorosa que acomete a região cervical, podendo esse sintoma irradiar para ombros e braços. A dor no pescoço é uma causa comum de dor, especialmente nos dias de hoje, por causa de alterações posturais durante o trabalho e sono, sendo muitas vezes necessário tratamento.

Como o médico faz o diagnóstico do quadro?

Geralmente, são feitos os seguintes exames para avaliação da dor no pescoço:

  • Exame dos movimentos do pescoço
  • Exame dos nervos que podem estar preso
  • Exploração dos músculos
  • Exame dos movimentos das articulações da coluna, pescoço e mãos

Além disso, testes de raios-X de verificação ou de sangue podem ser necessários para fazer um diagnóstico preciso.

Quais são os sintomas da dor no pescoço?

A dor e limitação do movimento cervical são os principais sintomas.

A dor, principal sintoma aqui, começa no pescoço e se espalha por um ou ambos os ombros (às vezes descendo para o braço) ou subindo para a parte de trás de sua cabeça.  Seu pescoço e ombros podem apresentar-se endurecidos, com contraturas musculares e/ou rigidez.

Sensações de alfinetadas e agulhadas são comuns. Geralmente, não se trata de um sinal preocupante, mas esses sintomas devem ser avaliados, pois podem sugerir que um nervo que emerge de sua coluna pode estar preso ou irritado (pinçamento nervoso).

A dor aguda geralmente melhora depois de alguns dias e desaparece em semanas. Em raros casos, pode evoluir para dor diária e contínua por mais de 3 meses, virando uma patologia conhecida como dor crônica.

É necessária uma intervenção cirúrgica? 

É raro, e depende muito das causas, do tempo de evolução e das características dos exames de imagem. A grande maioria dos casos tem evolução e resolução com medidas de reabilitação, como exercícios, fisioterapia motora, e procedimentos para tratamento de dor, como acupuntura, ondas de choque, e infiltrações em raros casos.

Quando necessária cirurgia, geralmente são indicados procedimentos como: discectomias  convencionais ou por endoscopia, artroplastia, descompressões e ressecções.