AVISO: Informamos que devido ao COVID-19, estamos fechados temporariamente a princípio até o dia 07/04. Para maiores informações, favor entrar em contato via WhatsApp

Esporte na gravidez: benefícios e cuidados

Já foi o tempo em que a mulher grávida era tratada como uma boneca de porcelana, a gestação já foi encarada como uma “doença”, em que a gestante mal podia sair à rua, realizar atividades normais do cotidiano. Hoje a gestação é enxergada de forma diferente, com certa magia, cuidados, porém com mais tranqüilidade, o que é excelente para a saúde da mulher e do bebê.

Realizar esporte na gravidez¸ há décadas atrás, era inconcebível, hoje a medicina e a educação física não só aceitam esta prática como recomendam, pois há inúmeros benefícios envolvendo a atividade física durante a gestação. Acompanhe o texto para conhecer quais são estes benefícios e os cuidados que se deve ter.

 

exercicio na gravidez

Benefícios do esporte na gravidez

Muitas mulheres que já praticam atividade física antes de engravidar passam a se perguntar se continuam a praticar o esporte na gravidez ou se interrompem esta prática pelos próximos meses. É um erro interromper sem antes conversar com o obstetra, afinal, o esporte pode melhorar a qualidade da gestação, a saúde do bebê e da mãe, veja os principais benefícios:

 

  • Fortalecimento do assoalho pélvico: a atividade física fortalece e dá flexibilidade aos músculos, inclusive os músculos pélvicos, o que ajuda a sustentar o peso do bebê e ajuda também na hora do parto e da recuperação pós-parto;

 

  • Melhora na circulação: uma das alterações que o corpo feminino sofre durante a gestação é a mudança na circulação sanguínea, o que causa os inchaços nas pernas, mas com o esporte na gravidez, a circulação se torna mais eficiente e bem distribuída;

 

  • Melhora na capacidade cardiorrespiratória: com o crescimento do bebê, as caixa torácica se altera de posição, os pulmões ficam apertados e assim pode ocorrer em muitas mulheres a dificuldade de respiração, mas a atividade física pode devolver e aprimorar a respiração, o que é essencial para a oxigenação do feto e de todo o organismo;

 

  • Regulação hormonal: a atividade física é pioneira em regular as taxas hormonais, reduzindo o nível de cortisol, aumentando os níveis de endorfina, isto oferece sensação de bem-estar, redução do estresse e irritabilidade, consequentemente reduz as chances da gestante desenvolver depressão pós-parto;

 

  • Controle do peso: o ganho de peso exacerbado é um fator de mal estar, dores, queda da autoestima, mas com o esporte na gravidez, é possível controlar o ganho excessivo de peso, tornando a recuperação pós-parto mais rápida.

 

 

Cuidados relacionados ao esporte na gravidez

No primeiro trimestre não é aconselhável a prática esportiva, pois se trata de um período com mais riscos, portanto é essencial consultar o obstetra, realizar avaliações e somente praticar esporte na gravidez com recomendação médica, além disso, é preciso ter alguns cuidados específicos:

  • Climatização apropriada;
  • Observação dos batimentos cardíacos;
  • Muita hidratação;
  • Alimentação adequada (consulte um nutricionista);
  • Adequar a carga, frequência e intensidade de acordo com as condições físicas e fase da gestação
  • Escolha do esporte na gravidez: não há restrições específicas, mas a maioria dos obtetras recomenda Yoga, Pilates, natação, musculação adaptada, dança e corrida ou caminhada.

 

 

Send this to a friend