CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Pontada no Peito (Tórax) – O que pode ser?

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, as doenças cardíacas, como infarto e derrames, atingem mais de 300 mil vítimas por ano. Por isso, ninguém gosta de sentir uma pontada no peito. Essa sensação sempre gera desconforto e preocupação. No entanto, isso nem sempre significa que há algo errado no coração e que você pode infartar a qualquer momento.

Há diversas outras condições que podem causar esse sintoma, como problemas intestinais e até crises de ansiedade.

Por isso, é sempre importante fazer um acompanhamento dos sintomas, quando sentiu e se veio após algum momento de estresse. Por isso, é importante identificar quando há a condição e procurar ajuda médica o mais rápido possível.

Confira abaixo mais informações sobre a pontada.

 

Como saber se a dor no peito é grave

Alguns tipos de dor no peito devem levá-lo ao pronto-socorro – principalmente se durar pelo menos cinco minutos.

Os sintomas podem incluir dor no peito nova ou inexplicável, com falta de ar, suor frio, náusea, fadiga ou tontura.

Além do peito, a dor, a pressão ou o desconforto também podem irradiar para o seu:

  • Braços.
  • Coluna
  • Mandíbula.
  • Pescoço.
  • Estômago superior.

Motivos que podem causar pontada no coração

Há diversas condições podem gerar o sintoma de pontada no peito.

1. Pós atividade física ou esforço físico

É possível notar, por exemplo, que algumas pessoas sentem pontadas no peito após se exercitarem demais ou quando fazem algum esforço físico que duram mais de 20 minutos. Os sintomas, nesses casos, podem vir acompanhados de falta de ar, tonturas, suores frios, dificuldade para respirar e dor de cabeça intensa. Quando isso ocorre, é necessário buscar por atendimento de emergência pois a sensação piora com respiração profunda ou ao girar o tronco.

2. Doenças pulmonares

A pontada no peito também pode ser um sintoma de doenças pulmonares como pneumonia, asma,  bronquite, asma ou outras infecções.

As pontadas causadas por estes problemas costumam surgir  tanto do lado direito como o esquerdo do peito, e pode piorar quando a pessoa tenta respirar mais profundamente.

3. Problemas de estômago

A presença de ácido gástrico no esôfago, por conta de refluxo gastroesofágico, também pode gerar dores em pontadas no peito.

Além desse sintoma, pode haver uma sensação de queimação.

Em caso de úlcera no estômago, também pode existir dor em pontada com reflexo na região torácica.

4. Inflamação na vesícula

Outro problema de saúde que pode causar a pontada no peito é a inflamação na vesícula. Essa pontada surge no lado direito do peito e irradia-se na direção do coração. Ela costuma acontecer depois que você se alimenta, principalmente pós ingestão de alimentos gordurosos.

Isso ocorre porque a vesícula está localizada do lado direito do estômago, e pode ficar inflamada devido ao acúmulo de gordura ou pela presença de pedras. O desconforto causado por problemas nesta região pode irradiar para o peito, como um infarto.

Quando há problemas na vesícula, o paciente sente dores do lado direito do peito, que podem piorar após a ingestão de alimentos. O desconforto também pode vir acompanhado da sensação de náuseas ou estufamento.

5. Excesso ou acúmulo de gases

Outro problema que pode explicar a pontada no peito é o acúmulo de gases no intestino, que pode pressionar os órgãos abdominais, causando a pontada no peito. A sensação é de pontadas fortes no coração que oscilam e ocorrem, principalmente, quando se curva a barriga.

Em alguns casos, a ocorrência de gases intestinais está associada a problemas de saúde como a intolerância à lactose, hipocloridria, ou até mesmo vermes, ou com a síndrome do intestino irritável.

6. Ansiedade

A ansiedade também pode causar a sensação de pontadas no coração porque provoca tensão muscular, aumentando os batimentos cardíacos, gerando as pontadas no coração.

Essa sensação pode ocorrer antes ou depois da crise de ansiedade. Nos casos de pontada no coração decorrente desse problema, o paciente também pode sentir náuseas, batimentos cardíacos acelerados e excesso de transpiração.

7. Úlcera no estômago

As pontas no coração também podem ser causadas devido a úlceras no coração. Nesses casos, as fincadas no coração acontecem no meio do peito, podendo se estender até o lado direito, dependendo da localização da úlcera. Geralmente, o aparecimento desse sintoma ocorre depois de comer e podem vir acompanhadas de náuseas, vômitos e sensação de estufamento.

As pontadas no peito por conta da úlcera acontecem devido à inflamação nas paredes do estômago, gerando desconforto.

8. Doenças cardíacas

A pontada no coração também pode ser causada por doenças cardíacas, como arritmia, insuficiência cardíaca, inflamação do músculo cardíaco. Nessas situações, o paciente também pode sentir muito cansaço, palpitações, e respiração acelerada.

Geralmente, e não por acaso, as pessoas acreditam que a pontada no peito é sinal de problemas no coração, principalmente um indício de infarto. O infarto pode ser causado por outros problemas de saúde, como hipertensão e tabagismo. A pontada que indica o princípio de infarto é como uma pontada localizada, que irradia a dor para outras partes do corpo.

9. Dor Muscular (Síndrome Dolorosa Miofascial)

dor miofascial (contratura muscular) pode resultar em dor aguda ou pontada na região do peito.

Um músculo do peito esticado ou distendido pode causar uma dor aguda no peito. Uma tensão ou distensão muscular acontece quando seu músculo é esticado ou rasgado.

Até 49% da dor no peito vem do que é chamado de tensão muscular intercostal. Existem três camadas de músculos intercostais em seu peito. Esses músculos são responsáveis por ajudá-lo a respirar e estabilizar a parte superior do corpo.

Sintomas comuns incluem dor local, irradiada e espasmos musculares.

10. Costocondrite

Inflamação na cartilagem que une as costelas ao esterno (esterno) que pode causar dor, inchaço e sensibilidade ao redor das costelas.

dor causada pela costocondrite pode se assemelhar à de um ataque cardíaco ou outras condições cardíacas.

Dor associada à costocondrite geralmente:

  • Ocorre no lado esquerdo torácico
  • É afiada, intensa ou dá uma sensação de pressão local.
  • Afeta mais de uma costela (sensação dolorida ao toque)
  • Pode estender-se aos braços e ombros
  • Piora pior você respira profundamente, tosse ou espirra

11. Pericardite

A pericardite é a inflamação da membrana que envolve o coração.

A pericardite pode causar uma dor súbita, aguda e lancinante no peito.

Também pode causar mais dor maçante. Essa dor geralmente piora quando você se deita, com dificuldade para respiração.

dor na costela costocondrite neurite

Mas como reconhecer um infarto?

Como as pontadas no peito podem ser ocasionadas por diversos motivos, fica o questionamento de como é possível reconhecer que isso é um princípio de infarto.

Para ser considerado um princípio de infarto, o paciente irá sentir uma dor localizada do lado esquerdo do peito, como um aperto no coração e que persiste por mais de 20 minutos. Esse desconforto irá se irradiar para o braço esquerdo ou direito e para a mandíbula, causando uma sensação de formigamento. Além disso, a pessoa pode sentir outros sintomas como tontura, náusea, dificuldade de respirar e uma dor de cabeça intensa.

Se sentir esses sintomas, não demore para procurar ajuda e ser levado até um médico ou pronto-socorro.

No entanto, é importante ressaltar que os infartos acometem mais pessoas com mais de 45 anos, e que possuem algum fator de risco como pressão alta, diabete ou colesterol.

 

Quais os exames que podem identificar problemas cardíacos?

Para identificar problemas cardíacos, alguns exames podem ser solicitados para averiguar sua situação de saúde, como raio X do tórax, ecocardiograma e o eletrocardiograma que são os mais comuns.

Além disso, exames de sangue também podem indicar se há algo errado com seu sistema circulatório e ajudar a evitar problemas de saúde futuros.

Uma observação importante, porém: nunca assuma que a dor no peito não é nada para se preocupar. Dado o potencial grave de um ataque cardíaco, qualquer dor de novo padrão ou intensa no peito merece atenção. Procure ajuda médica

Atenção: Procure ajuda médica imediata se

Você ou outra pessoa tem sintomas como:

  • Dor no peito central ou desconforto no peito que não desaparece – pode parecer pressão, aperto ou aperto
  • Dor que irradia para o braço esquerdo, ou ambos os braços, ou para o pescoço, mandíbula, costas ou estômago
  • Inconsciência
  • Convulsões ou epilepsia
  • Dificuldade em respirar
  • Batimento cardíaco acelerado
  • Batimento cardíaco baixo ou indetectável
  • Formigamento ou palidez dos joelhos, mãos e lábios
  • Dor no peito e falta de ar, náuseas, sudorese ou tosse com sangue
Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

Dr. Andrew Seung Ho Park

CRM-SP: 157730 / RQE: 67991 | Médico Fisiatra e Neurofisiologista. Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Residência Médica em Fisiatria e Neurofisiologia Clínica (Eletroneuromiografia, Aplicação de Toxina Botulínica tipo A) pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Professor Colaborador do Centro de Estudo Integrado de Medicina Chinesa (CEIMEC). Título de Especialista em Acupuntura pelo Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA).

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.