AVISO: Retornaremos o atendimento parcialmente a partir de 07/04. Para maiores informações, favor entrar em contato via WhatsApp

Acupuntura no tratamento de insônia

Acupuntura no tratamento de insônia

O estilo de vida contemporâneo afetou diversas áreas da vida, a alimentação, as relações, as comunicações e, claro, o sono. Hoje, mais do que nunca, as pessoas têm tido dificuldade para dormir, isto é muito sério, pois necessitamos do sono reparador para recuperarmos as energias, é uma função vital e natural.

De acordo com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, cerca de 40 por cento das mulheres e 30 por cento dos homens norte-americanos sofrem de insônia, uma condição caracterizada por dificuldade de começar a dormir ou manter o sono.

Felizmente, a Acupuntura, uma terapia da Medicina Tradicional Chinesa, pode ajudar com uma boa noite de sono. Só quem já passou horas sem dormir sabe o quanto isto é desagradável e afeta outros aspectos.

As conseqüências da insônia crônica podem ser graves e podem prejudicar o organismo, provocando doenças, afetando o humor, o apetite, os processos cognitivos (atenção, memória, concentração, raciocínio), o sistema imunológico, a vida social, entre outros.

tratamento de insonia com acupuntura

O que é insônia?

Muita gente pensa que insônia é só a falta de sono, porém este problema envolve muito mais do que isso. Entenda.

insônia é definida como a ausência do sono reparador. Nossas atividades do dia a dia despendem de energia e o sono é a condição natural do organismo para recuperar tais energias, nós descansamos algumas horas todas as noites.

Porém, algumas pessoas não conseguem relaxar e dormir um sono de qualidade. Há pessoas cuja insônia é caracterizada pela dificuldade de pegar no sono assim que deitam na cama, ficam acordadas por várias horas, muitas vezes desistindo de dormir naquela noite.

Por outro lado, há o tipo de insônia em que a pessoa consegue dormir facilmente, porém acorda diversas vezes em pouco tempo e, ainda há o tipo em que as pessoas afetadas conseguem dormir, mas o sono não exerce sua função reparadora, há uma deficiência funcional do sono neste caso.

Em todo caso, as pessoas afetadas sentem-se exaustas e incapazes de realizar as atividades cotidianas de forma suficiente.

insonia na acupuntura

Prejuízos causados pela insônia

Quais as conseqüências da insônia?

O sono é uma necessidade fisiológica e básica para manter a vida, sem ele podemos, inclusive, morrer. As funções do sono permitem que o corpo mantenha-se em equilíbrio e em funcionamento, de forma que a insônia pode causar inúmeros prejuízos em vários setores da vida, veja:

  • Humor (irritação, tristeza)
  • Falta de energia
  • Desempenho prejudicado no trabalho, nos estudos
  • Falta de qualidade de vida do indivíduo
  • Problemas cognitivos (dificuldade de concentração, atenção e memória)
  • Fadiga
  • Queda na imunidade
  • Estresse (a falta de sono aumenta os níveis de cortisol, o hormônio do estresse)
  • Outros problemas emocionais (a insônia pode desencadear depressão, ansiedade, fobias)
  • Alteração do apetite (para mais ou para menos)
  • Aumento ou perda de peso significativo
  • Aumento do risco de doenças cardiovasculares
  • Problemas de pele
  • Dor de cabeça

Como vimos, são várias as possíveis conseqüências da insônia, por isso se ela não for tratada, acarreta um ciclo viciosos, em que a insônia gera estes problemas e estes problemas acabam por gerar mais preocupações e mais dificuldade para dormir e assim por diante.

Tipos de insônia

São vários os tipos de insônia. Em alguns casos ela acontece por um período maior do que o normal, ou seja, age de modo crônico.

Contudo, na maioria das vezes a pessoa não consegue dormir por motivos temporários, como uma doença, o uso indevido de uma medicação ou devido a hábitos prejudiciais.

Causas da insônia

causas comuns de insonia

As causas abaixo podem prejudicar o sono de qualidade de uma pessoa e fazer com que ela fique várias horas sem dormir.

– Estresse (preocupações com o trabalho ou os estudos, problemas familiares, perdas, etc.);

– Ansiedade (ocorrência comum diária ou transtorno grave, que deverá ser tratado. O receio provocado pela possibilidade de não conseguir dormir adequadamente também gera ansiedade);

– Depressão (pessoas depressivas podem dormir de mais ou de menos. Insônia é uma ocorrência bem comum nos casos de depressivos).

– Doenças diversas (conforme citado acima, a dor provocada por uma doença pode atrapalhar o sono de uma pessoa);

– Mudanças na rotina (alterações no dia a dia, especialmente alteração do horário de trabalho ou viagens podem provocar insônia, já que o relógio biológico é modificado);

– Maus hábitos do sono (dormir e acordar em diferentes horários, bem como fazer uso de substâncias estimulantes ou descansar em locais desconfortáveis ou iluminados, com televisão ou rádio ligado, podem causar insônia);

– Medicamentos (remédios que possuem cafeína ou outra substância estimulante);

– Uso de estimulantes como cafeína, nicotina ou álcool nas horas próximas ao sono;

– Alimentar-se tarde e com comidas pesadas pode provocar azia ou refluxo, prejudicando o descanso;

– Idade (quanto mais idade a pessoa tiver, mais ela tende a dormir cedo e acordar ao amanhecer);

– Dormir durante o dia (se a pessoa tiver a possibilidade de dormir durante o dia, ela provavelmente terá dificuldade para dormir à noite);

– Apneia do sono ou síndrome das pernas inquietas também são distúrbios que aumentam sua incidência de acordo com a idade, prejudicando o descanso de qualidade.

Fatores de risco

Todos nós podemos desenvolver quadro de insônia, porém tem mais predisposição quem preenche os seguintes fatores de risco:

– pessoas do sexo feminino;

– pessoas com 60 anos de idade ou mais;

– pessoas com problemas psicológicos (depressão, ansiedade, transtorno bipolar e estresse pós-traumático, por exemplo);

– pessoas com quadro de estresse;

– pessoas com trabalho noturno ou com rotina de viagens a trabalho.

Acupuntura e insônia

Como saber que tenho insônia?

A resposta não é tão simples, não basta afirmar que não tem dormido rapidamente, há critérios sintomatológicos, veja:

– dificuldade constante e repetitiva para dormir à noite

– dificuldade para acordar durante a noite;

– despertar muito cedo, sem uso de despertador;

– sentir-se cansado mesmo após uma noite inteira de sono;

– cansaço ou fadiga durante o dia;

– dores de cabeça frequentes inespecíficas;

– dificuldade de concentração, irritabilidade, depressão ou ansiedade;

– preocupação com o sono.

A procura por tratamento médico se dá especialmente nos casos em que a pessoa demora trinta minutos ou mais para pegar no sono, dormindo seis horas ou menos por dia. Se isto acontecer em três vezes ou mais na semana, no período de três meses (ou superior), um especialista deverá ser consultado.

Diagnóstico de insônia

O médico especialista ao qual recorrer poderá ser:

– clínico geral;

– neurologista;

– especialista do sono;

– psiquiatra e psicólogo.

Ele fará uma série de perguntas a você, além de fazer um exame físico. Exames de laboratório também poderão ser solicitados.

Em alguns casos, faz-se necessário que o paciente durma uma noite em uma clínica especializada, para que a insônia seja analisada, esta conduta recebe o nme de exame da polissonografia, é um procedimento comum em casos de apneia do sono ou síndrome das pernas inquietas.

Tratamento da insônia

Infelizmente, o tratamento mais comum para a insônia é constituído por potentes medicamentos, tais como sedativos, hipnóticos e antidepressivos, porém estes podem provocar efeitos colaterais graves, pois tais medicamentos podem causar dependência e tolerância bioquímica, por isso, a medicina chinesa tem uma alternativa de tratamento: acupuntura contra insônia.

A acupuntura tem sido considerada um método não invasivo, seguro e livre de efeitos colaterais, consiste na inserção de agulhas finas em partes específicas do corpo que variam dependendo do problema a ser tratado.

Um componente da Medicina Tradicional Chinesa, a Acupuntura também é reconhecida cada vez mais como uma terapia eficaz baseada em evidências científicas. Tradicionalmente, é muitas vezes combinado com outras terapias chinesas, como tratamentos com ervas, ventosas, e até eletroacupuntura, que se utiliza de pequenos estímulos elétricos para potencialização do efeito das agulhas.

Este tratamento começa após avaliação de toda a saúde física e emocional do indivíduo. Cada pessoa é única, portanto é necessário um procedimento personalizado. Isto visa eficácia e rapidez no tratamento do paciente.

Esta avaliação é feita pelo médico acupunturista, que faz um enquadramento da história clínica do paciente e realiza  exames clínicos, podendo assim diagnosticar as causas e possíveis problemas associados, como ansiedade, depressão e obesidade.

É importante também que o profissional converse a fundo com o paciente, para saber como é o seu estilo de vida, seus hábitos e características individuais. Por esta análise ele será capaz de definir o a duração ideal do tratamento para aquele indivíduo.

A acupuntura contra insônia resgata o equilíbrio do organismo, pois ela estimula a liberação de neurotransmissores como a serotonina, que causa sensação de bem estar. A grande vantagem da acupuntura é que há poucos ou nenhum efeitos colaterais, além disso, ela age de forma gradativa. Portanto, a melhora será percebida a cada sessão, com benefícios que podem ser visíveis já no primeiro dia do tratamento. Ao longo das sessões, o paciente poderá perceber que levará menos tempo para dormir e que acordará menos vezes durante a noite.

Os resultados do tratamento incluem  mais disposiçao, menos ansiedade e redução das queixas de forma geral. Para que o tratamento seja bem sucedido, o terapeuta também poderá sugerir mudanças nos hábitos de vida do indivíduo, principalmente em relação à alimentação com mais qualidade e pratica de exercícios físicos de forma regular.

A acupuntura contra insônia é rápida e direcionada. Portanto, são recomendadas de quatro a cinco sessões, que geralmente não ultrapassam trinta dias. Feito isso, inicia-se o processo de manutenção, que deverá ser prescrito conforme a necessidade de cada paciente. Normalmente é feita uma sessão a cada 15, 20 ou 30 dias, para prevenção.

Uma dica importante: Muitos profissionais recomendam fazer acupuntura contra insônia já no final do dia, pois funciona como um preparo para a hora de dormir, pois promoverá redução de estresse e o sono de qualidade será ainda mais favorecido.

Medicina Integrativa acupuntura sao paulo

Prognóstico do tratamento

Segundo estudos científicos, a acupuntura contra insônia é um método altamente eficaz que ajuda a melhorar distúrbios do sono na maioria dos casos. Vale destacar que o prognóstico positivo só é possível quando o programa de manutenção é realizado, não adianta fazer as sessões iniciais e não der continuidade em prol da prevenção.

Em alguns casos, a insônia é desenvolvida devido a problemas respiratórios, nestes casos, a acupuntura promove melhoria apenas na qualidade de vida do paciente, pois para ter a cura, é necessário tratar a situação causadora também.

A acupuntura contra insônia pode ser administrada concomitantemente com outros tratamentos, já que ela é uma terapia que se molda perfeitamente a outros procedimentos, sem exceção. Sua recomendação é para dar suporte ao paciente e dinamizar processos.

Aprenda mais sobre alguns dos efeitos gerais da Acupuntura e como ela pode te ajudar.

Na hora de dormir

Há algumas atitudes e hábitos que podemos mudar para favorecer o sono de qualidade, com ou sem uso de acupuntura contra insônia.

Mesmo para aquelas pessoas que não possuem condições mais graves e, ainda assim, sofrem na hora de dormir, podem seguir as dicas que estão a seguir:

  • Faça refeições leves no jantar, cuidando para não comer ou beber demais: pois isso acelera metabolismo e dificulta o corpo a se preparar para o sono.
  • Evite assistir televisão e usar o celular ou outros aparelhos que possuem telas semelhantes uma hora antes de dormir. A iluminação interfere no sono, pois inibe a melatonina (hormônio relacionado ao sono)
  • Torne seu quarto um ambiente confortável e propício para o descanso. Antes de deitar, feche a porta, apague as luzes, mantenha a temperatura agradável e use um colchão de qualidade
  • Não olhe para o relógio. Se possível, não o tenha no quarto. Olhar o horário pode atrapalhar seu sono
  • Evite fazer outras tarefas na cama, como trabalhar, comer e assistir filmes, pois usar a cama apenas para dormir faz com que o organismo fique condicionado e o cérebro associe a cama ao sono
  • Relaxe! Um bom banho morno, músicas suaves ou técnicas de relaxamento podem ser eficazes nos momentos imediatamente anteriores ao sono
  • Não beba café, chá, refrigerantes à base de cola ou de guaraná à noite. Todas estas bebidas possuem cafeína, uma substância estimulante, deixando a pessoa alerta;
  • Escolha bem o travesseiro e o colchão, se você se deita de lado, o ideal é um travesseiro mais alto, se preferir dormir de barriga para cima, o produto deve ser mais baixo e, para quem dorme de bruços, a recomendação é não usar travesseiros;

acupuntura contra a insônia é uma excelente maneira de promover um sono de qualidade. Portanto, deve ser levada em consideração como forma de tratamento contra este distúrbio, além de seguir as recomendações citadas acima.

Outras possibilidades de tratamento

A falta de sono pode ter uma grande variedade de consequências negativas, como sonolência diurna, irritabilidade e incapacidade ocupacional, e até depressão e também um aumento do risco de diversos problemas de saúde como infarto e outras doenças cardiovasculares. Infelizmente, o tratamento mais comum para a insônia nos Estados Unidos é constituída por potentes medicamentos, tais como sedativos, hipnóticos e anti-depressivos, o que pode provocar efeitos colaterais graves e perigosas, como adição e dependência aos mesmos.

Em contraste, a Acupuntura é considerada um método não invasivo, seguro e livre de efeitos colaterais. A Acupuntura consiste na inserção de agulhas finas em partes específicas do corpo que variam dependendo do problema a ser tratado.

Um componente da Medicina Tradicional Chinesa, a Acupuntura também é reconhecida cada vez mais como uma terapia eficaz baseada em evidências científicas. Tradicionalmente, é muitas vezes combinado com outras terapias chinesas, como tratamentos com ervas, ventosas, e até eletroacupuntura, que se utiliza de pequenos estímulos elétricos para potencialização do efeito das agulhas.

dicas evitar insonia

Acupuntura e insônia: estudos médicos

Uma revisão sobre a eficácia da Acupuntura como um tratamento de insônia foi realizado por um estudante de pós-doutorado na Universidade de Pittsburgh e publicado no Journal of Advanced Nursing em 2003. O pesquisador avaliou 11 estudos experimentais distintos publicados entre 1975 e 2002 . Cada estudo demonstrou que o tratamento de Acupuntura melhorou significativamente os sintomas de insônia.

A maioria dos estudos foi conduzida por médicos chineses e publicado em jornais internacionais de Acupuntura Clínica ou o Jornal de Medicina Tradicional Chinesa. O pesquisador observou que poucos dos estudos revisados foram ensaios clínicos randomizados.

Uma revisão de seis ensaios separados randomizados controlados foi publicado no Jornal de Medicina Alternativa e Complementar, em 2009. Todos os seis estudos foram realizados em Hong Kong ou na China continental, e todos comparavam a acupuntura ou acupuntura auricular (auriculoterapia) com um placebo ou outro tratamento.

Em quatro dos estudos, a acupuntura auricular foi comparada com as drogas farmacêuticas. Em outro, a Acupuntura foi comparada ao cuidado não-intervencionista de rotina, enquanto que na última foi comparada com “sham” acupuntura auricular (em que as agulhas são inseridas em locais aleatórios, em vez de prescritos para meridianos).

Os pesquisadores descobriram que em todos os seis estudos, a acupuntura auricular teve desempenho melhor do que os tratamentos de comparação ou de placebo. A Acupuntura produziu melhores resultados, com os pacientes relatando que permaneciam mais adormecidos durante a noite, sentiam-se mais revigorados ao acordar, e também dormiram em mais noites por pelo menos seis horas.

Além disso, os pacientes que se submeteram à acupuntura auricular (auriculoterapia) realmente recuperaram-se de sua insônia no geral, se comparados à aqueles que receberam o tratamento com o Diazepam (medicamento comercializado como Valium).

Melhora na qualidade de sono

Outras evidências sugerem que a Acupuntura pode melhorar não apenas a duração do sono, mas também a sua qualidade. Um estudo, conduzido por pesquisadores de China Affiliated Hospital de Sun Yat-sen University e publicado no Jornal de Medicina Chinesa em 2009, descobriu que quatro sessões de terapia eletroacupuntura levou a melhorias significativas na qualidade do sono (incluindo o sono REM e tempo de sono de ondas lentas ) e na função social do dia. Notavelmente, 67% de participantes ainda estavam livres de insônia um mês depois.

“Terapia de eletroacupuntura pode ser um caminho promissor de tratamento para a insônia crônica”, escreveram os pesquisadores.

Os pesquisadores descobriram que a Acupuntura auricular teve desempenho melhor do que os tratamentos de comparação ou de placebo. A Acupuntura produziu melhores resultados, com os pacientes relatando que permaneciam mais adormecidos durante a noite, sentiam-se mais revigorados ao acordar, e também dormiram em mais noites por pelo menos seis horas.


 

Infografico insonia

Atualizado em 08/01/2019

Send this to a friend