CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Você já ouviu falar em adesivo para dor no pescoço?

Tensão muscular, estresse, má postura, escolha incorreta do travesseiro ou do colchão, dentre diversos outros fatores podem provocar dores na região cervical. 

Assim como são variadas as causas, também existem diferentes tratamentos para o sintoma, um deles, e talvez o mais curioso, é o adesivo para dor no pescoço. 

Leia também: Dor no pescoço: causas, tipos e quando se preocupar

Ao longo deste artigo você irá conhecer 3 tipos de adesivo para dor no pescoço e entender como cada um deles funciona.

A bandagem elástica é uma fita adesiva sem medicamento que ajuda a aliviar dores musculares e a reabilitar disfunções ortopédicas ou neurológicas. 

O método é fruto da Therapy Taping, muito utilizada por atletas de diversos países da América Latina. 

Cristina Iwabe Marchese, fisioterapeuta e pós-doutora pela Unicamp, explica a técnica, que melhora a resposta motora e reduz a dor:  

“Por ser um estímulo externo que fica na pele 24 horas por dia, por aproximadamente cinco a sete dias, a bandagem contribui para que estímulos sensoriais adequados sejam enviados ao cérebro, possibilitando atingir o objetivo desejado”.

Os resultados da aplicação da bandagem para dor no pescoço são realmente promissores, em especial quando a terapia é associada a modalidades convencionais. 

Como funciona esse adesivo para dor no pescoço?

Se as bandagens não liberam nenhum tipo de medicamento, como então elas ajudam a aliviar a dor no pescoço? Essa é a pergunta que você deve estar se fazendo neste momento. 

O efeito benéfico acontece por causa da pressão provocada na área que se sobrepõe aos incômodos.

Além disso, a aplicação faz com que haja um constante estímulo da região, o que aponta para o corpo uma mudança, importante para que ele se mobilize a resolver a situação.

Conheça os benefícios

Além de aliviar a dor no pescoço, a bandagem elástica oferece ainda outros benefícios que fazemos questão de citar: 

Melhora a circulação

Ao pressionar e movimentar a área tratada, o adesivo promove a circulação sanguínea e linfática, efeitos importantes para a recuperação de lesões. 

Pode ser aplicada a outros locais

As bandagens também podem ajudar no controle de dores nas costas e nas articulações, já que levantam a pele de forma sutil para aliviar a pressão exercida nos receptores de dor.

Otimizam a performance

A bandagem também pode te ajudar a melhorar o seu desempenho na prática de atividades físicas. Para isso, é preciso posicionar o adesivo antes do treino, posicionando-o adequadamente para que ajude na contração muscular e reduza desconfortos já presentes. 

Outra vantagem de utilizar a bandagem durante o treino é a prevenção de lesões, já que ela limita o movimento evitando que você ultrapasse certos limites saudáveis. 

Como usar 

É muito importante que você saiba posicionar o adesivo adequadamente para que alcance os resultados esperados. 

Confira o passo a passo abaixo: 

  1. Dobre o pescoço para a frente para esticar os músculos (esplênio, omo-hioideo, esterno-hioideo, angular da omoplata, trapézio superior, escaleno e esternocleidomastoideo), como se estivesse tentando tocar o queixo nele. 
  2. Alongue o quanto conseguir, até sentir uma sensação de tração forte.
  3. Tenha cuidado para não ultrapassar os limites do seu corpo e mantenha os pés firmados no chão. 
  4. Cole as bandagens em “V” invertido, começando apenas 1 cm abaixo da linha do cabelo.
  5. Retire o plástico do adesivo enquanto cola a bandagem à pele, como se estivesse colocando um band-aid.
  6. À medida que coloca as tiras, estique-as em cerca de 10 a 15%. 
  7. O adesivo deve terminar perto do músculo trapézio, que está logo acima do ombro.
  8. Esfregue para aquecer a cola. Uma boa fricção é essencial para garantir que a bandagem fique bem aderente.

Adesivo de Dorflex

adesivo para dor no pescoço

Dorflex Icy Hot é o nome comercial de um adesivo para dor no pescoço, que também pode beneficiar outros tipos de dores, até mesmo aquelas originadas por contusões ou traumas, além de contribuir no tratamento de cãibras e torcicolos. 

Como funciona esse adesivo para dor no pescoço?

Ele é recomendado para tratar regiões com dor e inflamação. Seus efeitos têm início com um resfriamento da região, que depois é aquecida. Os benefícios incluem redução da dor e controle da inflamação, resultados das mudanças circulatórias provocadas pela variação da temperatura local. 

Como usar

Novamente, é necessário saber utilizar adequadamente o adesivo para dor no pescoço. 

Vamos ao passo a passo: 

  1. Segure firmemente ambas as extremidades do adesivo e puxe delicadamente até que o filme seja separado ao meio. 
  2. Remova cuidadosamente a menor parte do filme plástico e aplique a parte exposta sobre a região a tratar.
  3. Colada a menor parte do filme plástico, remoça com cuidado o restante do filme, terminando de colar o adesivo à pele.

Cada adesivo pode ser deixado na pele por até 8 horas, ou seja, podem ser usados um máximo de 3 adesivos por dia.

Possíveis efeitos colaterais

Embora efeitos colaterais sejam raros, podem ocorrer reações alérgicas, marcadas por vermelhidão, inchaço e coceira na pele. 

O medicamento é contraindicado para pessoas que possuem doenças graves, feridas ou rachaduras na pele, ou que tenham alergia a algum de seus componentes.

Salonpas

adesivo para dor no pescoço

O Salonpas está disponível em diferentes formatos: spray, gel e adesivo. É indicado para aliviar dores e inflamações, além de contribuir para controle da fadiga muscular e da rigidez nos ombros. Também pode ser recomendado em casos de pancadas, contusões, nevralgia e dores articulares. 

Como funciona esse adesivo para dor no pescoço?

Seus componentes são Salicilato de metila, levomentol e cânfora, por isso, possui potencial analgésico e anti-inflamatório.

Como usar 

Siga corretamente o modo de usar e em casos de dúvidas, não deixe de pedir informações ao farmacêutico. 

Veja o passo a passo: 

  1. Lave a região de aplicação e deixa-a bem sequinha. 
  2. Retire o filme plástico e aplique o emplastro na região afetada.
  3. Faça isso de 2 a 3 vezes ao dia, evitando deixar o emplastro colocado por mais de 8 horas.

Possíveis efeitos colaterais

Seguindo as orientações do seu médico, dificilmente você terá problemas. Contudo, vale exemplificar os efeitos colaterais mais comuns para que fique atento:  irritação local, coceira, vermelhidão, erupção, aparecimento de bolhas, descamação, manchas, reações no local de aplicação e eczema.

O medicamento é ainda contraindicado para pacientes com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula, mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Embora o adesivo possa te ajudar a aliviar a dor no pescoço, não deixe de investigar a causa do sintoma. Se necessário, procure ajuda médica. 

Leia também: Dor no pescoço: causas, tipos e quando se preocupar

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorado em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Presidente do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira de Regeneração Tecidual (SBRET). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP). Membro do Conselho Revisor - Medicina Física e Reabilitação da Journal of the Brazilian Medical Association (AMB).  

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Artigos relacionados

Send this to a friend