CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Dor no Romboide – O que é?

Você sabia que a dor no romboide geralmente surge por decorrência de uma lesão?

Localizados na parte superior das costas, os músculos romboides ficam entre as omoplatas (escápulas) e desempenham um papel importante na movimentação dos membros superiores e sua área.

Além disso, esses músculos são essenciais para a reeducação postural, sendo muito necessários para se obter uma postura adequada da coluna. 

Dessa forma, qualquer sinal de uma lesão é suficiente para gerar incômodo e dor no romboide. Dor no rombóide pode indicar dor miofascial (dor muscular).

Mas, existem tratamentos específicos para esse tipo de lesão e exercícios excepcionais para o alívio da dor no músculo.

Tudo isso para você disposto aqui neste artigo. Então, leia até o final e entenda mais sobre o assunto!

O romboide é um dos músculos que ficam localizados nas costas, tendo a função de conectar a parte interna das escápulas à coluna vertebral.

Por esse motivo, lesões decorrentes de acidentes em atividades físicas, má postura ou uso excessivo do músculo são bem comuns.

Nessas ocasiões, normalmente ocorre o que chamamos de distensão muscular, onde as fibras musculares, ou até mesmo os tendões da região, são torcidos ou rompidos.

Também é comum que ocorra um espasmo muscular, que consiste na contração involuntária do músculo.

Essas lesões são chamadas de Tendinite Romboide, já ouviu falar? 

Vamos entender!

Tendinite do músculo romboide – Quais são os sintomas? 

Primeiro, é necessário entender que o principal sintoma da tendinite romboide é a dor na região superior das costas.

À mesma medida, alguns outros sintomas surgem com o decorrer do tempo que a lesão perdura, como os espasmos e a tensão nos músculos lesionados e nas omoplatas.

É preciso ter cuidado e procurar um médico quando se sofre com uma lesão desse tipo, pois em uma possível evolução da lesão o paciente pode notar a presença de hematomas, nódulos e inchaço.

A partir daí, mais problemas começam a surgir, como os estados avançados de dor ao se realizar um simples movimento ou mesmo a própria respiração, o que acontece em algumas situações.

Além disso, uma redução na força dos braços e dor ao movimentá-los também podem estar presentes, em especial quando são levantados acima da cabeça.

Todos esses sintomas podem desaparecer com o tempo e a recuperação, mas caso perdurem é preciso tomar uma atitude.

Dor em romboide miofascial
  • 01.Dor miofascial do músculo rombóide

    Os músculos rombóide maior e rombóide menor encontram-se profundamente ao músculo trapézio, entre a coluna vertebral e a escápula na região dorsal.
  • 02.Dor local ou irradiada

    A dor pode ser localizada entre as escápulas, e também irradir para a região do ombro e pescoço.
  • 03.Dor à palpação

    Os músculos locais podem estar mais tensos, com presença de bandas tensas e pontos gatilhos, que sob digitopressão, reproduzem dor local ou referida.
As principais situações onde uma pessoa corre o risco de se lesionar são em atividades físicas.

Causas possíveis da tendinite romboide

A lesão é, geralmente, decorrente do uso excessivo dos membros superiores e ombros.

Essa hiperativação muscular, e sobrecarga muscular pode gerar nódulos tensos e pontos gatilhos miofasciais, gerando dor local e dor referida.

As principais situações onde uma pessoa corre o risco de se lesionar são em atividades físicas, principalmente naquelas que exigem esforço contínuo dos músculos romboides, como: voleibol, basquetebol, tênis e remo, por exemplo.

A situação é ainda mais arriscada quando os braços precisam ultrapassar a altura da cabeça, visto que é nessa posição que os músculos romboides trabalham efetivamente.

Por isso, é bem mais comum que os lesionados sejam esportistas que praticam alguma dessas atividades, já que eles precisam estar constantemente buscando bolas altas e fazendo uma grande utilização de seus braços e ombros.

Diagnóstico e Tratamento

O diagnóstico da tendinite romboide é dado através de exames físicos realizados por um especialista.

O médico utiliza análises clínicas e alguns exames para checar a origem dos sintomas e assim consegue chegar a um resultado.

Dessa forma, depois que o diagnóstico é dado, os procedimentos terapêuticos começam a ser utilizados para realizar a recuperação do paciente.

Em primeiro lugar, o repouso é essencial para descansar a região lesionada e aliviar um pouco da tensão muscular presente no local. Compressas de gelo geralmente também são de grande ajuda para isso.

Outra coisa normalmente recomendada pelo médico é o uso de anti-inflamatórios que contribuem para o alívio da dor.

Lembrando que não é recomendado fazer a automedicação!

As massagens terapêuticas e as sessões de fisioterapia também são necessárias em uma parte dos casos, podendo reduzir, dessa maneira, a tensão muscular e fortalecer os músculos da região.

Quando procurar tratamento?

dor no romboide

Como dito, o repouso e a compressa de gelo são suficientes para o alívio dos sintomas nos casos mais leves.

Porém, a partir das 48 horas e diante da persistência da dor é necessário evoluir o grau de tratamento, sendo importante utilizar pomadas anti-inflamatórias e compressa morna.

A partir do sétimo dia de dor constante se torna de total importância procurar um especialista no assunto, pois é ele quem pode te ajudar a encontrar o melhor meio de tratamento e recuperação da lesão.

Não perca tempo! Não deixe que a sua lesão evolua e se torne crônica, pois o tratamento nessa fase se torna bem mais complexo.

Período de recuperação

O tempo e a complexidade do seu período de recuperação irá depender do tipo de lesão. Alguns fatores podem ser analisados, como:

  • A idade do paciente
  • O estágio da lesão
  • A gravidade da lesão
  • E o estado geral da saúde do paciente
Apenas o médico pode indicar a causa exata da sua dor.

Como identificar a dor no rombóide e procurar ajuda?

Existem diferentes razões pelas quais você pode sentir dor na parte superior das costas, então é sempre válido tentar identificar de onde surgiu a sua.

A melhor opção para saber de forma exata é procurar um especialista, mas você pode ter uma ideia do que os seus sintomas podem significar.

Os sintomas da tendinite romboide não são tão complexos, então, o importante é que você procure ajuda imediatamente quando perceber:

  • Febre
  • Pontada no peito
  • Paralisia em uma parte do corpo
  • Falta de ar
  • Palidez
  • Suor em grande quantidade
  • Tosse com sangue
  • Batimentos cardíacos acelerados 

 

Saiba mais sobre o que pode causar dor nas escápulas clicando aqui!

Como prevenir lesões no músculo romboide?

Sessões de alongamento e aquecimento antes da realização de atividades ou esforços físicos são uma ótima maneira de evitar que lesões assim aconteçam.

Que tal saber como se espreguiçar todos os dias pela manhã pode te ajudar com isso? Clique aqui.

3 melhores exercícios para aliviar a dor no romboide – +Dicas

Primeiramente, esses exercícios não devem ser praticados caso o seu médico não tenha recomendado.

De preferência, realize essas atividades com a supervisão de um profissional que saiba exatamente como elas podem ser feitas da melhor forma para a sua recuperação rápida e eficiente

O melhor é que esses exercícios sejam iniciados após a cicatrização da tendinite.

 

Amplitude de Movimento Escapular:

Para iniciar esse alongamento você deve estar em pé e, devagar, levar os ombros para cima. Esse movimento deve fazer a compressão das escápulas, colocando-as uma de encontro com a outra.

Depois disso, empurre as escápulas para baixo. Pode fazer esse movimento colocando as mãos no lugar dos bolsos de trás da calça.

Mantenha essas posições por cerca de 5 segundos e repita o processo por, no mínimo, 10 vezes.

 

Alongamento de Extensão e Tração:  

Comece também em pé, estendendo os braços frente ao tórax e segurando uma mão na outra.

Logo após, deixe a cabeça cair à sua frente, mantendo os braços esticados. Você deverá sentir um leve alongamento no pescoço e nas costas.

A posição deve ser mantida por 10 segundos, sendo repetida por, no mínimo, 5 vezes

 

Alongamento do Rombóide: 

Em pé, você deve ficar próximo ao batente de uma porta qualquer e levantar o braço, aquele que estiver do lado da lesão, segurar o batente da porta e se inclinar para trás.

Você deve sentir o alongamento do músculo rombóide.

Mantenha por 10 segundos, repita 5 vezes.

Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorado em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Presidente do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira de Regeneração Tecidual (SBRET). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP). Membro do Conselho Revisor - Medicina Física e Reabilitação da Journal of the Brazilian Medical Association (AMB).  

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Artigos relacionados

Send this to a friend