AVISO: Retornaremos o atendimento parcialmente a partir de 07/04. Para maiores informações, favor entrar em contato via WhatsApp

As causas mais comuns de dor no quadril em atletas

Tratamento adequado para dores no quadril pode acelerar o retorno ao esporte

As causas mais comuns de dor no quadril na população geral incluem artrite, bursite, distensão muscular e irritação nervosa. Correr sobrecarrega as articulações do quadril, do joelho e do tornozelo. Por isso, é importante se prevenir, para não contrair uma tendinite do músculo glúteo médio, muito comum entre os corredores. Esta lesão aguda do músculo é semelhante ao de qualquer outro tipo de músculo quando estirado ou tenso, que ocorre quando a musculatura é forçada para além dos seus limites.

Atletas, no entanto, muitas vezes têm dor no quadril causada por impactos diretos e síndromes por uso excessivo. É importante que o atleta preste atenção à dor logo no início, a fim de prevenir o desenvolvimento de uma condição crônica. Aqui estão algumas das causas mais comuns de dor no quadril em atletas.

 


Luxações e tensões na virilha

luxacao virilha

Dor na parte da frente do quadril e na parte interna da coxa (virilha) é, em geral, resultado de uma contração ou distensão do músculo adutor. Esta lesão muscular aguda é semelhante a qualquer outro tipo de músculo puxado ou tensionado, mas ocorre quando os músculos da parte frontal e da parte interna da coxa (os adutores) são forçados ​​além de seus limites.

 

Síndrome da banda iliotibial

lesao trato iliotibial

Também chamada de Síndrome do Trato iliotibial (TIT) ou “joelho do corredor”, é uma causa comum de dor no joelho e no quadril em atletas. Caracteriza-se por dor incômoda ou aguda na parte externa do quadril, que aumenta durante a corrida, ao descer escadas ou levantar-se de uma posição sentada. A banda iliotibial age principalmente como um estabilizador durante a corrida e pode se inflamar com o uso excessivo. A terapia por ondas de choque pode ser um tratamento conservador interessante.

 

Artrose do Quadril

artrose quadril

A artrose do quadril é uma das causas mais comuns de dor crônica no quadril tanto para atletas como para quem não é atleta. A artrose é um tipo de artrite causada pelo desgaste ou degeneração da articulação do quadril. Com o passar do tempo, a cartilagem lisa e protetora da cavidade do quadril se desgasta e o osso é exposto, tornando o movimento doloroso. Existem muitos tratamentos disponíveis, inclusive exercícios de fortalecimento apropriados, mas quando os tratamentos conservadores falham, a cirurgia de substituição do quadril pode ser uma opção.

 

Contusão da crista ilíaca

lesao hip pointer

Uma contusão da crista ilíaca é uma lesão aguda e dolorosa causada por um impacto direto na crista ilíaca da pélvis. A lesão pode causar sangramento nos músculos abdominais ou abdutores do quadril que se ligam à crista ilíaca. O osso e o músculo que a cobrem se machucam com frequência, e a dor pode ser intensa. Equipamento de proteção adequado pode ajudar a evitar essa lesão e primeiros socorros imediatos e descanso pode acelerar a recuperação.

 

Distensão dos Isquiotibiais

lesao isquiotibiais

Lesões nos isquiotibiais são comuns em atletas que praticam esportes que exigem poderosas acelerações, desacelerações ou muita corrida. A distensão muscular dos isquiotibiais pode ser leve ou grave e, em geral, causa dor súbita e aguda na parte posterior da coxa. O tratamento de uma distensão dependerá da gravidade da lesão, mas primeiros socorros rápidos (descanso, gelo, compressão e elevação) podem acelerar a recuperação.

 

Síndrome de Iliopsoas

sindrome iliopsoas

Dor na virilha e na parte superior da coxa, rigidez e sensação de estalos no quadril são sinais comuns de lesões no iliopsoas. Esse tipo de dor no quadril pode estar relacionado à bursite do iliopsoas (irritação e inflamação da bolsa sinovial do iliopsoas) ou à tendinite do iliopsoas (irritação e inflamação do tendão iliopsoas). A condição ocorre com mais frequência em ginastas, dançarinos e atletas de atletismo que realizam repetidos movimentos de flexão do quadril. 

 

Bursite do Quadril

bursite quadril

Bursite do quadril (bursite trocantérica) é mais comum em corredores devido ao uso excessivo, mas também pode ser causada por uma queda ou impacto que resulta em inflamação da bursa do quadril (um saco cheio de líquido localizado ao redor das articulações do corpo que reduz o atrito entre os tendões, músculos e ossos). Se a bursa no quadril estiver irritada ou inflamada, o atleta sentirá dor durante quase todo movimento no quadril.

 

Síndrome do Piriforme

sindrome piriforme

A síndrome do piriforme pode causar dor glútea (nas nádegas) e ciática em alguns atletas. O pequeno músculo piriforme percorre a parte posterior do sacro em direção a parte externa do quadril. Se este músculo se tornar rígido, encurtar ou tiver cãibras, pode exercer pressão sobre o nervo ciático que passa por baixo. A dor muitas vezes irradia até a parte de trás da coxa ou para a lombar.

 

Fratura por Estresse do Quadril

fratura estresse quadril

Uma lesão menos comum em corredores de longa distância inclui a fratura do quadril por estresse causada por microtraumas repetitivos no osso ao longo do tempo. Como as fraturas por estresse em outros ossos, o melhor tratamento é evitar o impacto da corrida e permitir que o osso se cure.

 

Dor e Lesão no Cóccix

dor sacro coccix

A maioria dos ferimentos do cóccix se deve a uma queda direta sobre o cóccix (os ossos que compõem a extremidade da coluna vertebral). A gravidade das lesões do cóccix pode variar de uma contusão a uma fratura. A maioria das lesões se cicatriza sozinha e seguindo um tratamento mais conservador.

Send this to a friend