AVISO: NOVO LOCAL DE ATENDIMENTO - Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Formigamento nas mãos: o que pode ser? Veja 24 causas principais

Todas as pessoas provavelmente já sentiram ao menos uma vez na vida sensação de formigamento nas mãos ou nos pés. Na maioria das vezes, isso acontece após ficar muito tempo com os braços parados ou ao manter as pernas cruzadas por longos períodos – reações que são perfeitamente normais e inofensivas.

Porém, a sensação também pode ser causada por uma variedade de doenças ou condições, em especial as relacionadas a pressão, trauma ou dano aos nervos.

Se você sentir formigamento inexplicável nas mãos ou nos pés, consulte um médico. O diagnóstico precoce do que está causando o sintoma é importante para impedir complicações ou agravamento do quadro.

Saiba quais são as principais causas da sensação de formigamento nas mãos ou nos pés.

 

 

O que é formigamento?

Uma das causas mais comuns de formigamento nas mãos é pela compressão do nervo mediano ou nervo ulnar

Em geral, o formigamento, cujo nome mais apropriado é parestesia, é descrito como uma sensação de queimação ou dor semelhante a de ser espetado por algo pontiagudo, como uma agulha. O desconforto ainda pode vir acompanhado de dormência, dor ou fraqueza.

 

 

O que pode ser formigamento nas mãos e nos pés

Há várias doenças e condições que podem causar parestesia nas mãos. Descubra quais são as principais:

 

Artrite reumatoide

Artrite reumatoide é uma doença autoimune, ou seja, que ocorre quando o sistema imunológico ataca as células do próprio corpo por engano. No caso da artrite, as articulações são as vítimas, o que resulta em compressão dos nervos, além de inchaço, dor e formigamento.

As partes do corpo mais afetadas por essa condição são os pulsos e as mãos, embora também possam ser acometidas outras áreas, como tornozelos e os pés.

 

 

Deficiência de vitamina

Pessoas que apresentam deficiência de vitaminas podem apresentar formigamento nas mãos e em outras partes do corpo. A carência pode ser fruto de dieta inadequada ou doenças que impedem a absorção suficiente de nutrientes.

As vitaminas mais importantes para a saúde dos nervos são B12, B6, B1 e E.

 

 

Doença celíaca

Doença celíaca se trata de uma reação imunológica à ingestão do glúten, substância presente em alimentos a base de trigo, cevada e centeio, como pão e macarrão.

Embora afete principalmente o intestino delgado, pessoas com o problema podem apresentar parestesia, incluindo formigamento nas mãos e nos pés. O problema ocorre inclusive em pacientes que não apresentam desconforto gastrointestinal.

 

 

Doença de Lyme

Doença de Lyme se trata de uma infecção bacteriana transmitida pela picada do carrapato infectado. A falta de tratamento resulta em danos ao sistema nervoso que podem se manifestar por formigamento nas mãos e nos pés.

 

 

Esclerose múltipla

Esclerose múltipla é uma doença autoimune que afeta a cobertura protetora dos nervos, denominada mielina, deixando-os vulneráveis. Sentir dormência ou formigamento nas mãos, braços, pernas e face é um sintoma comum.

 

 

Espondilose cervical

A espondilose na coluna cervical é uma alteração frequente em idosos na qual há desgaste dos discos na altura do pescoço. Em consequência, a medula espinhal é pressionada, o que gera dor no pescoço, assim como formigamento e dormência nos membros.

 

 

Fenômeno de Raynaud

O fenômeno de Raynaud afeta o fluxo sanguíneo para os braços e pernas, visto que diminui o calibre dos vasos sanguíneos em reação extrema ao frio ou ao estresse. Um de seus sintomas mais comum é a parestesia.

 

 

Fibromialgia

Fibromialgia é uma disfunção sem origem conhecida que é caracterizada principalmente por dor muscular e cansaço. Alguns pacientes também desenvolvem alterações gastrointestinais e formigamento nas mãos e nos pés.

 

 

Gravidez

O típico inchaço da gravidez, que afeta praticamente todo o corpo, pode pressionar alguns nervos e gerar formigamento nas mãos e nos pés. Os sintomas são benignos e geralmente desaparecem após o parto.

 

 

Hanseníase

Hanseníase, anteriormente conhecida como lepra, é uma infecção bacteriana que acomete a pele, os nervos e o trato respiratório. Entre seus sintomas, há a parestesia.

 

 

Hepatite B e C

As hepatites B e C são causadas por um vírus que gera inflamação do fígado, a qual pode progredir para cirrose ou câncer de fígado se não tratada. As doenças também podem causar neuropatia periférica e crioglobulinemia – aglomeração das proteínas do sangue no frio –, cujos sintomas incluem dormência e formigamento.

 

 

Herpes Zoster

Doença causada pela reativação do vírus da catapora, herpes zóster se manifesta por erupções dolorosas na pele, geralmente em uma metade do corpo. Além das feridas, pode haver parestesia nos membros inferiores e superiores.

 

 

Hipotireoidismo

Tireoide é uma glândula em forma de borboleta localizada no pescoço que é responsável pela produção de hormônios que influenciam o funcionamento de todo o organismo.

Quando essa parte do corpo produz quantidades insuficientes de hormônios, é caracterizada uma doença chamada “hipotireoidismo”.

Alguns casos da síndrome podem gerar danos aos nervos, os quais resultam em sensações de formigamento ou dormência.

 

 

HIV ou AIDS

Quando não controlado e tratado, o vírus HIV – que ataca as células do sistema imunológico – pode evoluir para doença AIDS. O quadro afeta o sistema nervoso, podendo prejudicar os nervos das mãos e dos pés.

 

 

Insuficiência renal

Insuficiência renal é uma condição grave que ocorre quando os rins deixam de funcionar adequadamente. Em geral, doenças como pressão alta e diabetes podem causar o problema.

Quando os rins não funcionam corretamente, líquidos e resíduos se acumulam no corpo, causando danos aos nervos.

 

 

Intoxicação

Várias substâncias tóxicas ao sistema nervoso podem gerar formigamento nas mãos ou nos pés, como metais pesados, acrilamida, etileno glicol e hexacarbonetos.

 

 

Lúpus

O lúpus é outra condição autoimune que gera parestesia. Nela, o sistema imunológico ataca os tecidos do corpo, inclusive os que formam o sistema nervoso.

Portanto, nesse caso, o formigamento nas mãos é fruto da compressão dos nervos devido à inflamação ou ao inchaço do lúpus.

 

 

Neuropatia diabética

A neuropatia diabética é resultado de danos aos nervos ocasionados pelo grupo de doenças denominadas diabetes, caracterizado pelo excesso de açúcar (glicose) no sangue.

O mecanismo se deve ao fato de a alta de glicose na corrente sanguínea danificar os vasos sanguíneos que suprem os nervos, impedindo que eles recebam oxigênio e, deste modo, comprometendo seu funcionamento.

Embora existam muitos tipos de neuropatia, a diabética é uma das principais causadoras de dormência e formigamento nas mãos, pés, braços e pernas.

 

 

Nervo comprimido

O nervo comprimido ocorre quando há muita pressão sobre os tecidos que envolvem uma terminação nervosa, como no caso de lesões, movimentos repetitivos e doenças inflamatórias.

O problema pode ocorrer em diversas partes do corpo e afetar tanto as mãos quanto os pés, causando formigamento, dormência ou dor. Além disso, a compressão na coluna lombar inferior pode fazer com que as sensações irradiem para a parte de trás da perna e do pé.

 

 

Neuropatia relacionada ao álcool

O uso excessivo de álcool em longo prazo pode causar neuropatia periférica, condição de progressão gradual que gera formigamentos nas mãos e nos pés.

 

 

Síndrome de Guillain-Barre

Síndrome de Guillain-Barre é um distúrbio raro que ocorre quando o sistema imunológico ataca o sistema nervoso, gerando formigamento em sua fase inicial e incapacidade de locomoção na mais avançada.

 

 

Síndrome do túnel do carpo

Síndrome do túnel do carpo é uma condição comum que ocorre quando o nervo mediano é comprimido à medida que se move pelo punho. O problema ocorre devido a lesões, movimentos repetitivos ou acometimentos inflamatórios.

Pessoas com esse distúrbio costumam sentir dormência ou formigamento nas mãos, especialmente nos primeiros quatro dedos.

 

 

Uso de medicamentos

Uma ampla gama de remédios pode danificar os nervos e causar formigamento nas mãos e nos pés. Esse efeito colateral é frequente em quem faz uso de medicamentos​​ para tratar câncer (quimioterapia) e controlar HIV-AIDS.

Outras drogas que podem causar a sensação são as voltadas ao controle da pressão arterial (como amiodarona ou hidralazina), as que combatem infecções (como metronidazol e dapsona) e as anticonvulsivantes (como fenitoína).

 

 

Vasculite

Vasculite é a inflamação dos vasos sanguíneos, cujas causas são variadas. No quadro, o fluxo sanguíneo é reduzido, o que pode comprometer os nervos e gerar formigamento nas mãos, nos pés e em outras partes do corpo.

 

 

Quando procurar um médico?

A sensação de dormência, agulhamento, queimação ou formigamento nas mãos e pés que surge após ficar muito tempo na mesma posição ou depois de deitar ou cruzar os membros é perfeitamente normal e costuma desaparecer em poucos minutos.

Contudo, é importante consultar um médico caso não haja uma causa óbvia para a dormência e o formigamento e/ou se a sensação vier acompanhada de tonturas, espasmos musculares, dores importantes ou feridas na pele.

É igualmente indicado buscar ajuda médica se o paciente estiver urinando com mais frequência do que o normal.

Por fim, é recomendado se dirigir ao atendimento de emergência em caso de: lesão nas costas, pescoço ou cabeça; perda de consciência; dificuldade ou incapacidade de andar ou se mover; confusão mental; fala arrastada; dificuldade de enxergar; fraqueza ou dor intensa; perda da capacidade de controlar intestino e bexiga.

 

 

Diagnóstico

Caso o padrão de formigamento nas mãos seja anormal, vale visitar um médico.

Para isso, anote em um papel ou no celular o histórico dos sintomas, ou seja, quando começaram e em qual posição ou período surgem. Também vale escrever ações ou hábitos que aliviam o desconforto. As anotações servem para não esquecer de contar detalhes importantes ao especialista.

Na consulta, certifique-se de relatar todos os sintomas, mesmo que eles não pareçam relacionados, bem como quaisquer condições diagnosticadas anteriormente. O médico também precisará ser informado a respeito de quaisquer medicamentos e suplementos que o paciente esteja tomando.

O profissional da saúde ainda deve realizar um exame físico, que engloba tocar e pressionar mãos, braços, coluna, pernas ou pés.

Dependendo dos achados, podem ser solicitados exames adicionais, como hemograma, teste de nível de eletrólitos, teste de função da tireóide, triagem toxicológica, eletromiografia, medição dos níveis de vitaminas no organismo, exame de condução nervosa, biopsia do nervo e punção lombar.

Testes de imagem – como raio-x, tomografia computadorizada, ressonância magnética e ultrassonografia – também podem ajudar o médico a chegar a um diagnóstico a respeito do formigamento nas mãos.

 

 

Tratamento para formigamento nas mãos

O tratamento para formigamento nas mãos depende do diagnóstico que foi obtido, visto que é preciso entender a causa desse sintoma.

A maioria dos casos pode ser tratada e revertida, exceto quadros cujas células nervosas periféricas morreram e, portanto, não têm a capacidade de se regenerar.

 

Medicamentos

O tratamento quase sempre engloba a prescrição de medicamentos de uso livre para reduzir sintomas e inflamações que possam haver. No caso de formigamento nas mãos por diabetes, são recomendados antidiabéticos e até anticoagulantes.

No caso da carência de nutrientes, podem ser indicados suplementos alimentares e dietas especiais, como as ricas em vitamina do complexo B.

Pacientes que apresentam sintomas graves ou que vêm acompanhados de dor podem ser tratados com corticosteróides orais ou injetáveis, o que também acelera a recuperação e reduz possíveis inflamações.

Há ainda diversos outros remédios para tratar diferentes causas de formigamento, como gabapentina, pregabalina, carbamazepina, fenitoína e amitriptilina.

 

Acupuntura

Acupuntura é outra alternativa de tratamento extremamente eficaz. O método da Medicina chinesa consiste na aplicação de agulhas finas em pontos estratégicos do corpo, a fim de estimulá-los.

Além da ação local, a acupuntura age no sistema nervoso central e periférico, liberando neurotransmissores que aliviam desconfortos e dores e estimulando cicatrização e cura de lesões.

 

Outros tratamentos

Praticar atividades físicas e manter uma dieta saudável são outras medidas importantes para tratar as causas de formigamento nas mãos e pés, em especial as relacionadas à falta de fluxo sanguíneo nos membros.

Fisioterapia pode ser útil para doenças de cunho ortopédico, como síndrome do túnel do carpo.

Por fim, cirurgias só são feitas em pacientes que não obtiveram melhora considerável com outros tratamentos. Elas visam diminuir o dano ou a compressão dos nervos.

 

Tratamentos caseiros

Quem sente formigamento nas mãos pode manter repouso do membro e aplicar compressas frias em casa. Exercícios para alongar as mãos e os pulsos também podem reduzir o desconforto consideravelmente.

 

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorando em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP). Membro do Conselho Revisor - Medicina Física e Reabilitação da Journal of the Brazilian Medical Association (AMB).

13 Comentários

Deixe o seu comentário.
  • Dr. Bom dia.
    Faz 2 meses que eu tive um acidente de carro e bati a coluna no banco.
    Tirei RX e até mesmo Tomografia, mas as mesmas não apresentaram nenhuma lesão.
    Mas desde o trauma que eu sinto muita dor, e tem três dias que eu estou sentindo minhas mãos formigando.
    Devido ao COVID19 eu não tive como retornar ao médico.
    Estou muito preocupada, o senhor tem alguma orientação pra me dar? Por favor.
    Grata, Luiza Melo.

  • Olá bom dia Dr!
    Faz um dia que to sentindo uma queimação no braço esquerdo e umas fisgadas ao lado dos seios! Ultimamente estava bastante estressada. E estou preocupada demais. Pois a queimação não passou ainda

  • Bom dia!!
    Ontem não consegui dormir porque eu estou sentindo dormência seguido de formigamento no braço esquerdo que vai até o tórax, eu tenho estaetose epatica, será que essa dormência tem alguma coisa a ver com o problema que tenho? Obs… Desde que descobri a estaetose epatica que não faço dieta alimentar e estou pesando 110 kilos, descobre em 2016.
    E com essa pandemia, tenho medo de ir ao médico, me ajuda por favor, por onde devo começar?

  • Valdinei Costa Guimarães

    Geralmente acontece perto do horário de acordar, mas as vezes passo dias sem acontecer isso acho que tenho boa resistência física e não sinto cansaço.

  • Neide de Oliveira Silva

    Acordo com as mão e braço formigando as vezes parece que está gelado o que pode ser

  • Todos os dias ao acordar minhas mãos ficam formigando, o que pode ser?
    Já faz acho que um mês que isso acontece todos os dias

  • Noemia nunes da silva de jesus

    Tenho um rim Q63 e hoje amnhecir com o corpo todo doendo e meio tonta oque pode ser

  • Maria de Fátima Lima Piccolo

    Há duas semanas minha não direita dói quando me deito e está formigando muto dependendo do jeito que apoio ela, o que pode ser?

  • Bruno Dias Alves da Cunha

    Boa noite !

    Estou com a mão comungando e urinando fora do comum a duas semanas o que pode ser ?

  • Faz uma duas semanas que estou sentindo um formigamento nos meus dois braços e nas duas mãos, aumentando no horário noturno e que fica muito forte, e que pode ser e que especialista devo procurar.

  • Boa noite.
    Ao deitar sinto mãos e principalmente os dedos formigando e dormentes. Os braços como estivessem gelados (só fica assim a noite). E quando passo muito tempo sentada, ao levantar p caminhar sinto forte dores nos pés que dou alguns passos mancando p depois voltar ao normal. O que será? Tenho 49 anos e não sou diabética nem hipertensa.

  • Maria Eliane Alves de Oliveira

    Todas as noites milhas mãos ficam dormentes acompanhado de uma dor que arde e dormente ao mesmo tempo. Geralmente é na parte da noite,mas hoje passou o fia com esse problema. Tenho 50 anos e nao mestrou ha dois anos desde esse periodo tenho esses problemas. Tamben fiz um tratamento para anemia a base de sufato ferroso. Será que esse remedio tem a ver com esses desconfortos? Dr. Por favor me responde. No aguarde

  • Bom dia, sinto queimação nas mãos. E isso n me deixa dormir…
    Será que isso tem a ver com a ansiedade?

Deixe o seu comentário

Artigos relacionados

Send this to a friend