AVISO: A partir de 13/07, estamos atendendo na Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Dor crônica no joelho tem ligação com a depressão?

Cerca de 13% das mulheres e 10% dos homens com mais de 60 anos sentem dor no joelho como resultado da osteoartrose. A dor no joelho causada pela artrose pode dificultar que as pessoas cuidem de si mesmas, pode dificultar a quantidade de exercício que são capazes de realizar e pode impactar a qualidade de vida em geral.  Como resultado pode levar à depressão, de acordo com um novo estudo.

Pesquisadores japoneses publicaram um novo estudo: “The Association of Knee Pain and Impaired Function with the Development of Depressive Symptoms” no periódico da American Geriatrics Society (Associação Americana de Geriatria) em que examinaram os efeitos da dor no joelho na depressão.  Até agora, poucos estudos se concentraram em como a dor no joelho e o comprometimento funcional do joelho estão relacionados à depressão.

Para estudar a relação entre dor no joelho e depressão, os pesquisadores analisaram as informações de 573 pessoas (260 homens e 313 mulheres), com 65 anos ou mais, que participam do Estudo Kurabuchi, um exame contínuo da saúde de idosos residentes no Japão.

Quando o estudo começou (entre 2005 e 2006), nenhum dos participantes apresentava sintomas de depressão. Dois anos depois, quase todos deram continuidade as entrevistas de acompanhamento. Os participantes responderam questões sobre dores no joelho e foram avaliados quanto aos sintomas de depressão. Quase 12% dos participantes, de fato desenvolveram sintomas de depressão.

Pessoas que apresentaram dor no joelho a noite enquanto deitados na cama, enquanto vestiam as meias, ou enquanto entravam e saíam de um carro eram mais propensas a relatar sintomas de depressão, observaram os pesquisadores.

Os pesquisadores concluíram que perguntar a idosos com dor no joelho se sentem dor à noite na cama, quando vestem as meias ou quando entram e saem de um carro pode ser útil para ajudar a selecionar pessoas em risco de desenvolver depressão.

A osteoartrose do joelho é uma doença crônica sem cura, comum em pessoas de meia-idade e em pessoas idosas. Causa degeneração e destruição da cartilagem articular e das estruturas articulares adjacentes, o que muitas vezes limita as atividades diárias. A prevalência global de artrose sintomática do joelho é de aproximadamente 13% em mulheres e 10% em homens com 60 anos ou mais.

Mesmo que a artrose seja incurável, existem tratamentos disponíveis para ajudar a gerenciar os sintomas.  De acordo com a Arthritis Foundation, a gestão da doença a longo prazo inclui:

E, dados os resultados deste estudo, talvez a cuidar da saúde mental deva ser adicionada à lista.

Send this to a friend