CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Fisgadas nas pernas e pés: Principais causas

Você anda sentindo fisgadas nas pernas e pés? As fisgadas são alterações na sensibilidade em algumas partes do corpo, se manifestando ao longo do trajeto do nervo afetado. 

Esse sintoma é comum entre os atletas, e prejudica significativamente a sua performance. O quadro pode vir acompanhado ainda de dormência, formigamento e queimação. 

Ao longo deste artigo você conhecerá as principais causas de fisgadas nas pernas e pés.

Ciatalgia

Ciatalgia, ou dor no nervo isquiático, é o nome da condição causada pela compressão de raízes nervosas lombares na região lombar inferior, relacionada a discopatias, osteofitose e estreitamento do canal medular (estenose medular).

A irritação desse nervo prejudica a capacidade da pessoa mover e controlar as suas pernas, os sintomas incluem ainda dor e fisgadas nas pernas e pés. 

Em alguns casos as costas e os glúteos também são afetados, ficando doloridos e dormentes. Esses são indícios de uma possível compressão na lombar ou emergência do nervo pelo músculo piriforme.

Canelite

Canelite ou síndrome do estresse tibial medial é um distúrbio que causa dor na canela e pode vir acompanhado por fisgadas. 

O problema é comum entre pessoas que praticam atividades de alto impacto como corrida, ginástica olímpica e tênis. Também afeta com uma certa frequência os recrutas militares, os dançarinos, pessoas com a pisada pronada, pessoas com pé chato e mulheres após a menopausa. 

Os sintomas têm origem na inflamação dos tendões, músculos ou no próprio osso da canela, a tíbia.

Compressão nervosa

Como vimos na ciatalgia, a compressão nervosa pode ser a causa de fisgadas nas pernas e pés. 

Falamos em compressão quando há uma pressão elevada aplicada sobre um nervo por músculos, cartilagens ou tendões, o que pode perturbar a função normal do nervo. 

Além das fisgadas, pode haver dor, formigamento, fraqueza ou dormência. O local dos sintomas dependerá de qual o nervo afetado e de onde está a lesão. 

Outros distúrbios podem estar por trás do problema, a exemplo da hérnia de disco e do esporão ósseo, geralmente associado ao processo de envelhecimento.

Hérnia de disco

A hérnia de disco é caracterizada pelo escape do disco vertebral, que acaba gerando uma pressão em excesso sob os nervos próximos. 

As consequências disso são dor e dormência nas pernas, geralmente para baixo de um lado do corpo. Caso o nervo afetado compuser a coluna vertebral, podem surgir ainda fisgadas e perda de força. 

Leia mais sobre a hérnia de disco, suas principais causas e tratamentos.

Diabetes

A diabetes tipo 2 pode acabar afetando os nervos dos membros inferiores, assim, produz sintomas como dor, dormência e formigamento nas pernas e pés.

Isso acontece porque o excesso de glicose no sangue, quando mantido por muito tempo, produz uma complicação chamada neuropatia diabética, caracterizada pela degeneração progressiva dos nervos. 

Entenda melhor do que se trata e como é realizado o tratamento aqui.

Esclerose Múltipla (EM)

A esclerose múltipla é uma doença grave e incurável. Essa patologia afeta o sistema nervoso central e pode levar a morte. 

A medida que a doença evolui os nervos vão sendo danificados, o que torna difícil para o cérebro se comunicar com as demais partes do corpo. Com o tempo, a pessoa vai perdendo a sua independência, já que não consegue executar ações simples como levantar-se, andar, pentear o cabelo, escovar os dentes etc.

Acidente vascular encefálico

Quando um vaso sanguíneo do cérebro rompe, ou por algum motivo há bloqueio do suprimento para uma parte do cérebro, acontece o que chamamos de acidente vascular encefálico ou AVC. 

Uma importante causa de mortes em todo o mundo, a doença deve ser tratada com cautela e é motivo para atendimento de urgência. Por isso, é essencial conhecer os seus sintomas, que incluem: 

  • Paralisia em qualquer parte do seu corpo;
  • Dormência ou fraqueza repentina e grave, especialmente se estiver afetando apenas um lado do corpo;
  • Confusão mental;
  • Dificuldade em falar;
  • Perda de equilíbrio;
  • Dor de cabeça severa;
  • Problemas de visão.

Doença arterial periférica

A doença arterial periférica também pode causar fisgadas nas pernas e pés quando afeta os membros inferiores. A patologia é causada pelo acúmulo de gordura na parede dos vasos sanguíneos, tornando-os mais estreitos. 

Se trata de um problema comum entre pacientes que sofrem com diabetes tipo 2 e obesidade. 

Além do desconforto citado, pode haver dormência, dor e dificuldades para caminhar ou se exercitar.

Tumor

Por afetarem a interação entre o cérebro e o corpo, os tumores cerebrais podem causar sintomas diversos, inclusive dormência em uma ou mais partes do corpo. 

Essa é mais uma situação grave que deve ser investigada com cautela. A doença é caracterizada pela presença e crescimento de células anormais no cérebro ou nas meninges.

Síndrome das Pernas Inquietas (SPI)

Você já ouviu falar na Síndrome das Pernas Inquietas? Essa é uma causa comum de insônia e tem como um de seus sintomas fisgadas nas pernas e pés. 

Sua principal característica são sensações estranhas que causam um forte desejo de mover as pernas, por isso o seu nome. 

Quimioterapia 

A quimioterapia é um procedimento indicado para o tratamento de câncer. São usados medicamentos para destruir as células doentes do tumor. Além disso, esses fármacos impedem que essas células se espalhem pelo corpo, o que tornaria a doença significativamente mais grave, aumentando o risco de óbito. 

Por se tratar de um tratamento forte e complexo, são produzidos diversos efeitos colaterais, dentre queda de cabelo, diarreia, feridas na boca, náuseas e vômitos, e pele sensível, temos também fisgadas nas pernas e pés.

Neuropatia periférica 

A neuropatia periférica é uma condição marcada pela presença de um dano no nervo que interfere no funcionamento adequado do sistema nervoso periférico. 

Em alguns casos, a sua causa não pode ser determinada, assim, chamamos a condição de neuropatia periférica idiopática. 

Os sintomas do distúrbio são: sensações estranhos em algumas partes do corpo, na maioria dos casos pés, canelas e mãos.

Fibromialgia

Fibromialgia, ou Síndrome Dolorosa Generalizada, é uma condição marcada pela amplificação da percepção de dor, associada a síndromes funcionais, conforme explica a Sociedade Brasileira de Reumatologia.

Sem causas muito bem definidas, ataca o sistema nervoso central e se manifesta por uma série de sintomas. O principal deles é a dor intensa e constante em vários pontos do corpo, seja na musculatura, nos tendões ou nas articulações. A dor pode ter caráter migratório.

Entenda melhor a doença e suas implicações!

Síndrome do túnel do tarso

A Síndrome do Túnel do Tarso é uma doença que causa dores intensas, e é mais comum entre pessoas que praticam esportes.

Consiste na compressão do nervo que percorre o tornozelo até a sola do pé, causando muita dor, bem como a sensação de queimação e formigamento.

A dor intensa no tornozelo é o principal sintoma da Síndrome do Túnel do Tarso, e ela pode se estender até a sola dos pés, podendo chegar, em alguns casos, até os dedos. Além disso, dificuldade para caminhar e inchaço na região lesionada são muito comuns e são constantemente relatados por pacientes.

Leia mais aqui!

Tratamento para as fisgadas

2 7

O tratamento para fisgadas nas pernas e pés dependerá muito de qual a sua causa. Por isso, é importante consultar um médico de confiança diante dos sintomas. 

Em muitos casos o sintoma desaparece sozinho com o passar do tempo. Se isso não acontecer, são esses os tratamentos mais comuns: 

  • Pomadas tópicas de anti-inflamatórios;
  • Descanso;
  • Gelo ou calor;
  • Fisioterapia;
  • Exercício;
  • Massagem;
  • Liberação miofascial.

Casos mais graves

Quando a dor se torna intensa, há queda da performance ou por algum motivo houver suspeita de uma doença sistêmica, procure atendimento médico o quanto antes. 

Para esses casos, podem ser necessários outros tipos de intervenções, como:

  • Cirurgia;
  • Medicamentos;
  • Prescrição de tratamentos como acupuntura e outros métodos que vão ser indicados de acordo com o diagnóstico.

A atenção médica imediata é importante para evitar danos a longo prazo.

Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorado em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Presidente do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira de Regeneração Tecidual (SBRET). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP). Membro do Conselho Revisor - Medicina Física e Reabilitação da Journal of the Brazilian Medical Association (AMB).  

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Send this to a friend