CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Fraqueza nas Pernas – O que pode ser?

A fraqueza nas pernas pode ser resultante de tensão, exercícios físicos, desidratação, qualidade do sono, envelhecimento, má postura, ou outras condições relacionadas à ocupação. No entanto, o início repentino e constância da fraqueza nas pernas pode ser indício de uma condição médica que requer atendimento de emergência, podendo está associada a patologias graves.

Entre as causas mais comuns de fraqueza nas pernas está a dor ciática, que tem como origem mais recorrente problemas na medula espinhal, embora outros fatores também possam resultar em compressão dos nervos. A dor Ciática pode ser causada por várias condições, e além da fraqueza em uma parte do braço ou perna, podem ocorrer outros sintomas como formigamento, queimação ou dor.

A má circulação do sangue também é descrita como causa comum, onde indivíduos com níveis elevados de colesterol e problemas cardiovasculares, principalmente idosos, geralmente apresentam essa condição. Quando o sangue não flui suavemente pela parte inferior do corpo, os músculos das pernas são privados do oxigênio e dos nutrientes necessários para funcionar levando a assim a fraqueza nas pernas acompanhado de cãibras e fadiga.

Algumas outras condições que também resultam em fraqueza muscular e podem necessitar de atenção especial, são descritas abaixo:

Esclerose Múltipla

É uma doença neurológica caracterizada por episódios de fraqueza, perda de visão e distúrbios da sensação, além de vários outros sintomas neurológicos, como consequência de uma exaustão muscular. Normalmente, os sintomas da esclerose múltipla são inconstantes, com episódios que duram algumas semanas ou meses.

Os episódios são chamados exacerbações da esclerose múltipla e geralmente melhoram parcial ou completamente ao longo do tempo, mas pode haver um declínio de força, visão ou sensação a longo prazo após cada exacerbação.

Síndrome de Guillain-Barré

A síndrome de Guillain-Barré (SGB) é uma doença rara do sistema nervoso periférico, que ocorre quando o próprio sistema imunológico ataca os nervos saudáveis ​​localizados fora do cérebro e da medula espinhal, ocasionando uma inflamação disseminada, apresentando manifestações clínicas como formigamento ou dormência nos pés e progride rapidamente, produzindo fraqueza nos membros inferiores, pernas e pés, eventualmente, pelo resto do corpo.

O aspecto mais perigoso do síndrome de Guillain-Barré é que os músculos do peito enfraquecidos são incapazes de alimentar a respiração adequada, o que pode resultar em morte.

A maior diferença entre síndrome de Guillain-Barré e o AVC é que patologia afeta os dois lados do corpo, enquanto um acidente vascular cerebral geralmente afeta um lado do corpo.

Distrofia Muscular Distal

Esta condição compreende várias miopatias hereditárias ou distúrbios musculares caracterizados por perda e enfraquecimento progressivos dos músculos distais localizados mais afastados do centro do corpo.

A perda da função muscular causada pela distrofia muscular distal geralmente começa nas pernas e braços antes de se espalhar para outras partes do corpo.

Doença de Parkinson

A doença de Parkinson é uma forma progressiva de um distúrbio neurodegenerativo que afeta principalmente o sistema motor. Essa condição crônica é causada pela degeneração gradual dos neurônios produtores de dopamina, localizados em uma área específica do cérebro chamada substância negra.

Esse tipo de dano às células nervosas pode causar tremores, perda de equilíbrio corporal, rigidez e diminuição da mobilidade dos membros.

Causas da Coluna Vertebral

Desidratacao do Disco na Coluna e Degeneração

Hérnia de disco

Essa condição envolve o deslocamento de um disco de amortecimento localizado entre as vértebras espinhais. Esses discos funcionam para absorver qualquer tipo de choque e reduzir o risco de lesões na coluna vertebral.

Se a hérnia de disco é lombar, as dores se irradiam para as pernas e pés, podendo apresentar formigamento, dormência, ardência e dores na parte interna da coxa.

 

Estenose espinhal

A estenose do canal vertebral lombar é uma condição degenerativa na qual o canal medular inferior fica constrito e, assim, comprime os nervos que o atravessam. Como esses nervos se estendem até as pernas, essa condição está geralmente associada à dor e dormência nos membros inferiores.

Assim, a estenose do canal vertebral lombar pode causar dor nas costas que se estende até as pernas e, consequentemente, causa maior fraqueza muscular nos membros inferiores.

Causas diversas de fraqueza nas pernas

mapa cerebro dor

Acidente Vascular Cerebral – AVC

Acidente Vascular Cerebral (AVC), é um dano cerebral causado pela interrupção do fluxo sanguíneo para uma região do cérebro. Existem várias áreas do cérebro que trabalham juntas para fornecer a capacidade de mover as pernas.

A fraqueza repentina das pernas, particularmente de um lado, pode ser um dos sinais de um derrame ou um ataque isquêmico transitório (um derrame temporário e reversível).

Doença de Addison

Ocorre quando as glândulas suprarrenais de uma pessoa não produzem o suficiente dos hormônios cortisol e aldosterona.

Além da fraqueza muscular, outros sintomas comuns da doença de Addison incluem: fadiga crônica. perda de peso, perda de apetite e dor de estômago.

Neuropatia Diabética

A fraqueza nas pernas também pode ser um sintoma de dano nos nervos causado pelo diabetes a longo prazo, também conhecida como polineuropatia diabética, podendo acometer mãos e pés inicialmente.

Quando os nervos periféricos ficam irritados, você pode experimentar uma perda gradual de força nas extremidades, como pés e mãos.

Polineuropatia Alcoólica

O consumo excessivo de álcool por um período prolongado de tempo, ou o abuso de álcool, como é comumente chamado, pode esgotar as reservas de nutrientes do corpo e levar a danos nervosos consideráveis.

Um nutriente essencial que é drenado devido à ingestão excessiva de álcool é a tiamina (vitamina B1), e um déficit desse tipo prepara o terreno para a polineuropatia alcoólica. O que se segue a seguir é um ataque de sintomas físicos desconfortáveis, que incluem fraqueza muscular, cãibras, espasmos e dores.

Doença Arterial Periférica (DAP)

Com essa condição, seus membros – normalmente as pernas – não recebem sangue suficiente.

Isso geralmente acontece porque suas artérias se estreitaram, levando a sintomas como, fraquezas nas pernas, dormência ou cãibras ao caminhar.

Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

  1. Anthony Dugarte. What Causes Weakness in Legs and How to Strengthen Them. emedihealth. https://www.emedihealth.com/strengthen-weak-legs.html. Published 2020.
  2. Timothy J Kleinig BPB and CGM. Back pain and leg weakness. Clin Focus. 2011. https://www.mja.com.au/journal/2011/195/8/back-pain-and-leg-weakness.
  3. Saguil A. Evaluation of the patient with muscle weakness. Am Fam Physician. 2005;71(7):1327-1336.
  4. Seaberg EA. Leg Weakness and Decreased Vision. Baylor Univ Med Cent Proc. 2002;15(4):437-438. doi:10.1080/08998280.2002.11927877
  5. Lloyd WC. Leg Weakness. Healthgrades Editorial Staff. https://www.healthgrades.com/right-care/bones-joints-and-muscles/leg-weakness. Published 2018.

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorado em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Presidente do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira de Regeneração Tecidual (SBRET). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP). Membro do Conselho Revisor - Medicina Física e Reabilitação da Journal of the Brazilian Medical Association (AMB).  

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.