AVISO: Retornaremos o atendimento parcialmente a partir de 07/04. Para maiores informações, favor entrar em contato via WhatsApp

Acupuntura para o controle da dor no trabalho de parto: uma revisão sistemática

Acupuntura para o controle da dor no trabalho de parto: uma revisão sistemática

Lee H, Ernst E. Acupuncture for labor pain management: A systematic review. Am J Obstet Gynecol. 2004; 191: 1573-9.

Acupuntura para o controle da dor no trabalho de parto: uma revisão sistemática

A acupuntura é amplamente usada para aliviar os sintomas de uma variedade de situações dolorosas. Na obstetrícia e ginecologia a acupuntura também tem sido aplicada em uma série de condições incluindo a dor do trabalho de parto. Esta revisão sistemática tem por objetivo avaliar criticamente a comprovação do efeito analgésico da acupuntura durante o trabalho de parto. Pesquisas na literatura computadorizada de 7 bases de dados foram realizadas com relação a ensaios clínicos randomizados (RCTs) de acupuntura, envolvendo inserção de agulhas para dor durante o trabalho de parto. Três RCTs foram identificados e sua qualidade metodológica era, em geral, boa. Dois RCTs compararam a acupuntura coadjuvante somente com o cuidado habitual e relataram uma redução da meperidina e/ou analgesia peridural (EDA). Um ensaio clínico de acupuntura placebo controlado mostrou uma diferença estatisticamente significante tanto nos resultados das medições da dor subjetiva quanto objetiva.

Nos 3 RCTs foram incluídas 496 parturientes, destas 258 receberam tratamento de acupuntura no grupo de intervenção e 238 atuaram como controles. Dois RCTs comparam a acupuntura manual com cuidado convencional e 1 RCT comparou a acupuntura manual com a acupuntura placebo. Todos foram conduzidos em ambiente hospitalar.

Nesheim e col. conduziram um ensaio clínico randomizado, não cego em 198 parturientes saudáveis. O grupo que recebeu acupuntura manual individualizada (n = 106) foi comparado com o grupo de cuidado convencional (n = 92). Um número significativamente menor de mulheres no grupo de acupuntura solicitou meperidina em comparação com o grupo de cuidados convencionais.

Ramnerö e col. realizaram um ensaio clínico randomizado, não cego, em 90 parturientes com nascimentos sem complicação. As parturientes foram randomicamente designadas ou para receber acupuntura manual (n = 46) ou somente cuidados habituais (n = 44). Todas tiveram acesso a todos os métodos analgésicos convencionais disponíveis na ala de parto, incluindo abordagens não farmacológicas (TENS, bolsa de arroz quente, banho/ducha e injeções intracutâneas de água estéril) e tratamentos farmacológicos (óxido nitroso, EDA, meperidina e bloqueio do nervo paracervical). Comparado com o grupo controle, o grupo acupuntura requereu menos EDA. O alívio da dor e a solicitação de outras analgesias farmacológicas não foram diferentes entre os grupos. Contudo, as que receberam acupuntura relataram um grau significativamente maior de relaxamento.

Skilnand e col. realizaram um ensaio clínico placebo controlado. As parturientes foram randomicamente distribuídas para receber acupuntura (n = 106) ou acupuntura placebo (n = 102); isto é, colocação superficial de agulhas em pontos que não os pontos da acupuntura). O efeito analgésico da acupuntura foi avaliado pelo uso de um relatório de dor das parturientes em uma escala visual analógica (VAS) e o número de pacientes que solicitaram petidina e EDA. Houve significativamente menos solicitação tanto de EDA quanto de petidina em parturientes que receberam tratamento por acupuntura do que nas do grupo placebo. As do grupo de acupuntura mostraram uma duração do trabalho de parto e necessidade de aumento de ocitocina significativamente menor.

Nenhum evento adverso de acupuntura foi mencionado em qualquer dos testes.

Conclui-se que os dados agrupados dos RCTs sugerem que a acupuntura alivia a dor e reduz o consumo de analgésicos durante o trabalho de parto, mas devido à escassez de estudos clínicos nesta área, a efetividade da acupuntura permanece incerta. Pesquisa adicional é necessária para estabelecer o valor da acupuntura como um tratamento auxiliar durante o trabalho de parto.

Resumido por Fumie Morita

Send this to a friend