AVISO: NOVO LOCAL DE ATENDIMENTO - Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Dor no quadril: causas e tratamentos

Existe uma série de causas relacionadas a dor no quadril, principalmente por ser essa uma articulação de uso constante. 

A articulação do quadril é projetada para suportar movimentos repetidos e uma boa quantidade de desgaste. Esta articulação bola-e-soquete – a maior do corpo – se encaixa de uma maneira que permite um movimento fluido.

Sempre que você usa o quadril (por exemplo, para uma corrida), uma almofada de cartilagem ajuda a evitar atrito com o osso do quadril que se move em seu soquete.

Apesar da durabilidade, as articulações do quadril não são indestrutíveis. Com a idade e uso, a cartilagem pode se desgastar ou ficar danificada. Músculos e tendões no quadril podem ser usados em demasia.

O próprio osso do quadril pode ser fraturado durante uma queda ou outras lesões. Qualquer dessas condições pode levar a dor no quadril.

Se os seus quadris estão doloridos, aqui está um resumo do que pode estar causando o desconforto e como obter alívio para a dor no quadril.

Conheça a anatomia do quadril

Antes de falarmos sobre o que pode causar dor no quadril, é preciso conhecermos melhor a sua anatomia. A região do quadril está localizada entre o abdômen, a região lombar e a coxa. Lembrando que o quadril é uma articulação presente dos dois lados do corpo, mais especificamente nas extremidades da bacia. 

Essa articulação é formada pela junção dos ossos do fêmur e do acetábulo, uma parte da bacia. Ambos os ossos são revestidos por uma camada de cartilagem que protege a articulação durante o movimento. 

Há ainda uma bolsa chamada cápsula articular que envolve a membrana sinovial, tecido responsável pela produção do líquido sinovial, que nutre e lubrifica a articulação. 

Essa é a composição básica de uma articulação, e também uma descrição simples da anatomia do quadril para que possamos dar seguimento a nossa compreensão sobre dor no quadril. 

Sintomas da dor no quadril

A dor no quadril é em si um sintoma, mas podemos caracterizá-la de maneira mais clara. 

Geralmente, é descrita como dor musculo-esquelética (dor miofascial), que pode simular o padrão de dor da bursite trocantérica.

Dependendo da condição que está causando sua dor no quadril, você pode sentir um desconforto:

  • Na coxa
  • No interior da articulação do quadril
  • Na virilha
  • No exterior da articulação do quadril
  • Nas nádegas

Às vezes a dor pode vir de outras áreas do corpo, tais como costas ou virilha (a partir de uma hérnia, por exemplo), e pode irradiar para o quadril.

Você pode notar que a sua dor piora com a atividade, especialmente se é causada pela artrite. Junto com a dor, você pode ter alcance reduzido de movimento. Algumas pessoas podem começar a coxear por causa da dor persistente no quadril.

Como podemos ver, o quadro é bem variado, por isso é muito importante entendermos suas diferentes causas, essa é a melhor forma de diagnosticá-lo e tratá-lo. 

Epidemiologia

De maneira geral, são as mulheres as principais acometidas por dor no quadril. As explicações para essa diferença de prevalência entre os gêneros, está no fato de que pessoas do sexo feminino possuem bacia mais larga e musculatura mais fraca, o que dificulta a sua sustentação. 

No que diz respeito a idade, mulheres entre 30 e 40 anos são mais afetadas, geralmente por serem praticantes de esportes ou atividades físicas. O público entre 50 e 60 anos, especialmente por causa da menopausa, acaba apresentando também uma alta incidência de dores nessa região devido à perda de cálcio, elasticidade e ao enfraquecimento muscular típico do envelhecimento.

Alivio para dores no quadril

Dependendo da causa da dor no quadril, você pode aliviá-la com remédios que não necessitam de receita, tais como Tylenol ou algum medicamento anti-inflamatório não esteróide como o ibuprofeno.

Outra maneira de aliviar a dor no quadril é colocar gelo na área por cerca de 15 minutos algumas vezes por dia. Tente descansar a articulação afetada, tanto quanto possível até se sentir melhor.

Para um direcionamento mais adequado do tratamento é preciso identificar a causa do problema. 

Conheça as principais causas e formas de tratamento

Diversos distúrbios tanto musculares, como ósseos e articulares podem causar dor no quadril. A seguir descreveremos as principais causas desse tipo de dor e o que fazer em cada um dos casos. 

Artrite

A artrite é um distúrbio inflamatório e pode ter origem em uma série de fatores como desgaste excessivo da articulação, infecções e doenças adjacentes. Em geral, seus sintomas incluem dor no quadril, dificuldades na movimentação, redução da amplitude dos movimentos e edema. 

Essa doença é bastante comum em pessoas com mais de 60 anos e pode ter relação com a osteoporose. 

Se você tem artrite, a movimentação da articulação do quadril com exercícios de baixo impacto, alongamento e treinamento de resistência podem reduzir a dor e melhorar a mobilidade articular. Por exemplo, a natação é um bom exercício sem impacto para a artrite. A fisioterapia também pode ajudar a aumentar a sua amplitude de movimento

Osteoartrite

A osteoartrite é o tipo mais comum de artrite e é marcada pela degeneração das cartilagens que protegem os ossos na região da articulação, o que pode levar a lesões ósseas importantes. Dentre as áreas mais atingidas pelo problema, podemos citar além do quadril, as mãos, os joelhos e a coluna. 

O tratamento tem início com medicações analgésicas e fisioterapia. Quando a osteoartrite torna-se tão grave que a dor é intensa ou a articulação do quadril se deforma, uma substituição da anca total (artroplastia) pode ser considerada. As pessoas que fraturam o quadril, por vezes, precisam de cirurgia para corrigir a fratura ou substituir por quadril protético.

Síndrome do piriforme

Piriforme é o nome de um músculo localizado na região do quadril, próximo ao nervo ciático. 

Na síndrome do piriforme, ocorre compressão do nervo ciático pela hipertrofia do músculo piriforme, o pode gerar dor lombar e incapacidade. O tratamento geralmente consiste em medicamentos, infiltrações ou agulhamento a seco, e reabilitação motora com fisioterapia.

Bursite trocantérica

A bursite trocantérica consiste na inflamação e no aumento de volume (edema) da bursa trocantérica, que fica próxima à cabeça do fêmur. Muitas vezes ela pode surgir após esforços repetitivos em atletas.

Geralmente, pacientes que sofrem com essa patologia descrevem uma dor profunda na região do quadril que tende a irradiar para a lateral da coxa. Pode ocorrer ainda inchaço e alterações da sensibilidade ao toque. 

Inicialmente aplicar compressas quentes pode ajudar a aliviar o incômodo. Fazer exercícios de alongamento do quadril também pode ser útil nesse sentido. Contudo, um acompanhamento médico é essencial para melhora completa do quadro. 

Medicamentos anti-inflamatórios e sessões de fisioterapia podem ser indicados para tratar a bursite trocantérica. 

Tendinite

Você provavelmente já deve ter ouvido falar em tendinite, a mais famosa é aquela que acomete o pulso. Porém, esse problema é também uma causa comum de dor no quadril. 

A dor da tendinite tende a piorar quando o indivíduo se exercita. Além disso, o problema pode irradiar para a perna, especialmente durante a movimentação. 

Para aliviar a dor você pode usar uma compressa de água morna no quadril durante 15 minutos de 2 a 3 vezes por dia. Repouso também é importante. A depender da intensidade e demais características dos sintomas, o acompanhamento médico torna-se indispensável. O tratamento pode incluir a aplicação de pomadas anti-inflamatórias e fisioterapia.

Inflamação do nervo ciático

A inflamação do nervo ciático está por trás da dor no quadril em muitos casos, e por isso também merece ser citada. 

Nesse caso, tudo acontece devido a exercícios de alto impacto ou pela compressão desse nervo por outras estruturas, o que ocorre com frequência em idosos que sofrem com distúrbios na coluna. 

Normalmente, pacientes que sofrem com essa condição se queixam de dor intensa na parte de trás do quadril que irradia para a perna levando a sensação de queimação. Pode haver ainda dificuldades para movimentação. 

Luxação do quadril

O principal sinal de luxação do quadril é quando a pessoa sente uma dor intensa ao andar e dificuldades para permanecer sentada por um período. Fala-se em luxação quando a articulação sai do lugar, o que pode ser causado por tramas ou quedas, situações comuns durante a terceira idade. 

Em caso de acidentes deve-se procurar atendimento emergencial. De maneira geral, é muito importante buscar atendimento médico independente da causa do problema. 

O tratamento normalmente tem início com medidas de controle da dor, o que inclui medicamentos e a aplicação de compressas mornas. Se a situação for mais grave a cirurgia pode ser indicada. 

Osteonecrose

A osteonecrose é um problema grave que pode acometer a articulação do quadril. A condição é caracterizada pela interrupção do aporte sanguíneo para a cabeça do fêmur, o que acaba levando a morte celular nessa região e, como consequência ao colapso do osso, a deformações e alterações funcionais da articulação do quadril.

O tratamento tem como finalidade descomprimir a região do infarto, o que pode ser feito de diferentes formas a depender da causa da compressão. Se o quadro evoluir para colapso (achatamento da cabeça do fêmur) é necessária uma cirurgia de artroplastia para sua substituição. 

Síndrome iliopsoas

A síndrome iliopsoas causa dor no quadril, nas virilhas e na porção superior da coxa. Além disso, pode gerar sintomas como rigidez do quadril e sensação de estalos. 

Embora seja mais comum em dançarinos e ginastas, essa condição pode afetar qualquer pessoa que faça movimentos repetitivos de flexão de quadril, o que leva ao atrito, a inflamação e consequentemente a dor. 

Dor no quadril na gravidez

Sentir dor no quadril é um problema bastante comum durante a gravidez. Aproximadamente metade das gravidas relata esse sintoma, o que não é surpreendente, já que a articulação torna-se solta durante a gestação, levando a desconfortos e a má postura. 

A dor no quadril durante a gravidez pode ocorrer em qualquer momento da gestação e isso é até normal por causa das mudanças e adaptações que o corpo passa nessa fase.

A intensidade da dor pode variar para cada mulher. Em algumas pode ser muito incômoda, mas em outras mulheres pode chegar a ficar insuportável, quase que até paralisante, dificultado a mobilidade, a realização de atividades normais e rotineiras, e até o sono.

O acompanhamento médico é essencial. Uma cinta pode ajudar a estabilizar o quadril trazendo mais bem-estar. No geral, é recomendado que a mamãe mantenha uma alimentação saudável e faça atividade física regularmente, sempre orientada por um profissional capacitado e respeitando os seus limites.

Outros problemas que podem estar relacionados

Existem ainda outras condições que podem causar dor no quadril de maneira indireta, veja abaixo alguns exemplos: 

  • Hérnia inguinal: a condição causa enfraquecimento dos músculos abdominais, o que pode prejudicar a articulação do quadril. 
  • Osteomielite: a osteomielite nada mais é do que a infecção de ossos por bactérias ou fungos, o que pode ocorrer em diversas regiões, inclusive nos ossos do quadril. 
  • Osteoporose: a osteoporose causa enfraquecimento ósseo de uma maneira geral, deixando o esqueleto mais frágil e quebradiço. 
  • Sacroileíte: a sacroileíte embora seja um problema envolvendo as articulações sacroilíacas pode gerar de maneira indireta dor próxima à região do quadril. 

Quando procurar ajuda médica?

De maneira geral, fazer um acompanhamento médico é muito importante. Contudo, alguns sinais de gravidade podem ser indicativos de urgência:

  • A dor no quadril veio de repente
  • Uma queda ou outra lesão provocou a dor no quadril
  • Se sua articulação parecer deformada ou está sangrando
  • Se você ouviu um estalo na articulação quando se machucou
  • A dor é intensa
  • Você não consegue colocar qualquer peso sobre o seu quadril
  • Você não pode mover sua perna ou quadril

Em todo caso, ligue para o seu médico se a sua dor não desaparecer, ou se você notar inchaço, vermelhidão ou calor ao redor da articulação. Ligue também caso você tenha dor no quadril a noite ou quando estiver descansando.

Como prevenir a dor no quadril 

Existem diversas maneiras de prevenir a dor no quadril, a começar por uma dieta balanceada e uma rotina de exercícios. Manter-se em forma é essencial. 

Procure alimentar-se de maneira saudável, fornecendo ao seu corpo tudo o que ele precisa para funcionar de maneira adequada. Evite os excessos e tenha cuidado com as dietas restritivas. 

Quanto a atividade física, torne-a um hábito. Procure se exercitar com regularidade, sempre com acompanhamento de uma equipe qualificada. Exercícios de fortalecimento são importantes, pois ajudam a prevenir lesões, mas sem exageros, eles também podem acarretar danos. Equilíbrio é essencial. 

Além disso, procure manter uma postura adequada do seu corpo e faça alongamentos diariamente, assim você manterá suas articulações sempre saudáveis. 

E não se esqueça de visitar o seu médico regularmente. Caso tenha alguma das doenças apresentadas, siga a orientação médica e faça o tratamento adequado, cuidando de sua saúde e garantindo a sua qualidade de vida. 

 

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorando em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP). Membro do Conselho Revisor - Medicina Física e Reabilitação da Journal of the Brazilian Medical Association (AMB).

1 Comente

Deixe o seu comentário.

Deixe o seu comentário

Send this to a friend