CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Tratamento natural para fibromialgia

A fibromialgia é uma doença complexa, multifatorial e ainda incurável. O tratamento para a condição tem como principal objetivo o controle dos seus sintomas, principalmente da dor generalizada, sua marca mais conhecida.

Diversos remédios vem sendo estudados como formas de controle da patologia, bem como outras terapias que também visam proteger a qualidade de vida do doente. 

Embora não hajam ainda evidências científicas, diversas terapias alternativas parecem ser benéficas para essas pessoas, como exemplos podemos citar a aromaterapia, as massagens relaxantes e mudanças de hábitos simples envolvendo dieta e atividade física. 

De forma alguma essas opções terapêuticas excluem a necessidade das demais, mas servem de complemento ao tratamento, potencializando seus efeitos. 

Leia mais sobre a fibromialgia, suas causas, sintomas e tratamentos. 

Ao longo deste artigo você irá aprender um pouco sobre o tratamento natural para fibromialgia, mas lembre-se, as orientações do seu médico são primordiais e devem ser sempre seguidas. 

Tratamento natural para fibromialgia

Chás para fibromialgia

Os chás possuem propriedades diversas e ajudam a melhorar a circulação, relaxam os músculos e estimulam a liberação de metabólitos do organismo, fatores que podem contribuir em casos de fibromialgia. 

Os benefícios são relaxamento muscular, alívio de dores e melhora da qualidade do sono. Além disso, algumas pessoas relatam redução no número de crises. 

Veja alguns exemplos de chás para fibromialgia: 

  • Ginkgo biloba
  • Erva de São João
  • Raiz de ouro
  • Ginseng indiano

Você pode ingeri-los ao longo do dia e até mesmo fazer combinações entre eles.

Fibromialgia - o que é, sintomas, causas e tratamentos. Aprenda mais
Watch this video on YouTube.
Inscreva-se YouTube - Vídeos de Dor

Plantas medicinais 

O Departamento de Fisiologia da Universidade Federal de Sergipe indicou o uso de plantas medicinais como um tratamento natural para fibromialgia. Os efeitos sobre a doença foram diversos, havendo benefícios nos diferentes aspectos envolvido. 

Embora amenizem os sintomas e tornem-os suportáveis, as plantas medicinais não curam e nem mesmo restabelecem as funções do indivíduo. Por isso, o seu uso deve ser sempre combinado à recursos medicinais, acompanhamento psicológico e a uma adequada dieta alimentar.

Conheça os principais benefícios: 

  • Melhora a qualidade de sono
  • Reduz os sintomas da depressão
  • Reduz a dor
  • Diminui a rigidez das articulações
  • Diminui as inflamações
  • Reduz a ansiedade
  • Combate rapidamente o cansaço

Como exemplos de plantas medicinais podemos citar o Harpagófito ou garra-do-diabo, o Hipericão e a Pimenta-caiena.

Aromaterapia com óleos essenciais

A aromoterapia tem sido muito utilizada no combate à dores. O tratamento usa os óleos essenciais, substâncias líquidas voláteis e aromáticas, que além de possuir componentes analgésicos, também ajudam a melhorar a absorção e a potência de remédios ortodoxos para a dor. 

O aroma alcança as células olfativas e estimula determinadas áreas do cérebro, o que induz o efeito. No caso da fibromialgia a essência mais indicada é a de lavanda, que produz bem-estar, acalma e relaxa os músculos.

Massagem de relaxamento

A massagem de relaxamento, também conhecida como massagem terapêutica, ajuda a aumentar a circulação sanguínea, o que favorece a eliminação de substâncias tóxicas acumuladas nos músculos, tendões e ligamentos. 

Por isso, é uma opção de tratamento natural para fibromialgia, auxiliando no alívio da dor e do cansaço e no relaxamento muscular. 

Dependendo do óleo utilizado para massagem, podem haver ainda outros benefícios. Os mais recomendados são aqueles com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Meditação para Fibromialgia

A meditação é uma técnica de relaxamento capaz de acalmar a mente, o que também causa efeitos no corpo, como relaxamento, melhora da qualidade do sono, da consciência respiratória, do foco e da concentração.

Você consegue imaginar os benefícios de tais efeitos para pessoas com fibromialgia? 

 

Descubra como meditar.

Dieta para fibromialgia

A dieta também pode ajudar no tratamento contra a fibromialgia, aliviando as dores e as crises. 

Os benefícios são explicados pela ingestão de vitaminas e minerais essenciais, que muitas vezes estão em falta em pacientes portadores da doença. 

Temos 8 dias sobre alimentação e fibromialgia para você, clique aqui!

Atividade física

Por causa da dor e do cansaço, muitas pessoas acabam optando pelo repouso, por acreditar ser a melhor opção para lidar com a doença. 

Contudo, o exercício é extremamente importante para o combate aos sintomas da condição, não é a toa que é considerado um tratamento natural para a fibromialgia. 

De acordo com o reumatologista Roberto Heymann, do Grupo de Apoio à Paciente com Fibromialgia, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), “Todo tratamento da fibromialgia obrigatoriamente terá que contemplar atividade física”, e ele continua dizendo que “Ao contrário do que imaginamos, a inatividade em pacientes com fibromialgia gera mais dor”

Você pode optar por atividades mais leves como hidroginástica ou natação. Uma caminhadinha de 30 minutos também é uma ótima alternativa. 

Dr. Roberto alerta que no início da atividade pode haver piora da dor, mas que ainda assim ela é necessária para a boa evolução do quadro. 

Leia mais sobre a importância dos exercícios para fibromialgia.

Acupuntura

A acupuntura pode ser recomendada como tratamento complementar, com benefícios como melhora da dor, sensação de bem-estar e controle da ansiedade. O tratamento usado como ferramenta a favor do paciente tem a vantagem de trazer nenhum ou poucos efeitos colaterais se executado pelo profissional adequado.

A ciência chinesa já é comprovadamente eficaz em aliviar dores e rigidez, por isso é muito indicada para casos de fibromialgia.

Yoga

O Ioga contribui para inibição da atividade cerebral em áreas relacionadas a dor. De acordo 

Gerson D’Addio da Silva e Lais V. Lage em seu artigo “Ioga e fibromialgia”, “a longo prazo, modificações na atividade neurovegetativa e na condição muscular podem alterar o quadro de dor crônica difusa, característico da fibromialgia”.

A terapia já se mostrou bastante efetiva no controle dos sintomas de outras condições como dores lombares crônicas inespecíficas, osteoartrite e síndrome do túnel do carpo. 

O caso da fibromialgia também vem sendo avaliado. Segundo pesquisa descrita no artigo já mencionado, mulheres que praticaram yoga (2 aulas de 75 minutos por semana) conseguiram aliviar os sintomas da fibromialgia em cerca de 8 semanas.

É necessário, contudo, que o tratamento considere as necessidades e limitações de cada paciente, adaptações são necessárias para que a prática não prejudique o seu bem-estar.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Send this to a friend