AVISO: NOVO LOCAL DE ATENDIMENTO - Rua Saint Hilaire 96 (a 5 minutos da clínica antiga), de segunda a sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Pacientes com fibromialgia e fadiga crônica apresentam alterações posturais

Tanto pacientes com fibromialgia quanto pacientes com síndrome da fadiga crônica mostram diferenças semelhantes no controle postural em comparação com indivíduos saudáveis, foi descoberto em um estudo.

O estudo “Lower regulatory frequency for postural control in patients with fibromyalgia and chronic fatigue syndrome” apareceu na revista PLOS ONE.

Pacientes com fibromialgia e síndrome da fadiga crônica apresentam uma sobreposição de 50 a 70% nos sintomas tais como dor, e vários critérios diagnósticos são comuns entre as duas condições. Déficits no equilíbrio e controle postural também foram relatados em pacientes com esses distúrbios.

Neste estudo, os pesquisadores se propuseram a investigar semelhanças e diferenças na oscilação postural e as estratégias de controle subjacentes entre fibromialgia e Ssíndrome da fadiga crônica, em comparação com indivíduos saudáveis ​​em um grupo controle, com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre as duas condições para entender melhor os sintomas que aparecem quando a dor e a fadiga se tornam crônicas.

Eles analisaram 75 mulheres: 25 com fibromialgia, 25 com síndrome da fadiga crônica e 25 no grupo controle com idades entre 19 e 49 anos. Os pesquisadores escolheram essa faixa etária com base na observação de que a maioria dos pacientes diagnosticados com ambas as doenças mulheres jovens e de meia idade.

Foi pedido que as participantes permanecessem em silêncio por 60 segundos em uma plataforma de força em cada uma dessas três situações: olhos abertos em superfície firme, olhos fechados em superfície firme e olhos abertos em superfície flexível. Nos momentos com os olhos abertos, uma cruz vermelha foi colocada a 4 metros de distância a nível dos olhos para servir como um ponto de referência visual. As participantes tiveram que ficar sem sapatos, com os pés paralelos, os braços cruzados sobre o peito e foram instruídas a não mover a cabeça ou as extremidades.

 

Infográfico Fibromialgia

Sintomas, tratamento de fibromialgia

 

Os resultados mostraram que pacientes, tanto com fibromialgia como os com síndrome da fadiga crônica, tiveram um padrão diferente de controle postural, levando a um maior balanço do corpo para frente e para trás e de um lado para o outro em todas as três situações do que os participantes do grupo controle. A oscilação postural é definida como o movimento horizontal do corpo em torno do centro de gravidade e talvez seja um reflexo do controle postural no cérebro.

Os dados também indicaram que, sem visão, os pacientes apresentaram aumento da rotação do tornozelo para controlar a localização e o movimento, o que indica prejuízo no processamento da informação somatossensorial, se comparado ao grupo controle. Somatossensorial refere-se ao toque, dor, temperatura, posição e movimento do corpo.

Esse resultado, segundo os pesquisadores, corrobora resultados anteriores que mostram a deterioração do controle do membro superior em pacientes com fibromialgia. Análises subsequentes não revelaram diferenças significativas entre fibromialgia e grupos de pacientes com síndrome da fadiga crônica.

“Estas descobertas apoiam nossa hipótese de que pacientes com fibromialgia e síndrome da fadiga crônica apresentariam resultados diferentes (do grupo controle), mas apresentaram padrões semelhantes de controle postural entre si. Desta forma, isso adiciona outra característica à lista de semelhanças entre fibromialgia e síndrome da fadiga crônica.”, escreveram os cientistas.

No entanto, disseram ainda que essas semelhanças não significam que esses distúrbios acabam sendo a mesma coisa, mas podem ser expressões comuns a doenças diferentes.

Send this to a friend