CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Acordar com dor no pescoço: O que pode ser e como evitar

Sem dúvidas, acordar com dor no pescoço é uma péssima maneira de começar o dia. A boa notícia é que pelo menos na maioria dos casos o sintoma tem origem em problemas simples e facilmente tratáveis.

Em todo caso, é essencial procurar saber o que está acontecendo para não só proteger a sua qualidade de vida e o seu rendimento ao longo do dia, como também para evitar complicações. 

Saiba mais sobre dor no pescoço e quando se preocupar!

Ao longo deste artigo você irá descobrir quais são as principais causas de dor no pescoço ao acordar, além de entender porque essa dor merece atenção e como preveni-la. Acompanhe.

O que será que esta te fazendo acordar com dor no pescoço? Diversas causas são possíveis, veja abaixo alguns exemplos. 

Estresse e ansiedade

Muitas vezes a sua dor no pescoço não é indicativo de nenhum problema sério, mas simplesmente de que você tem andado estressado ou ansioso. 

Tanto o estresse como a ansiedade deixam o corpo em estado de alerta, causando rigidez muscular. Dessa forma, podem incentivar o mau posicionamento na hora de dormir e fazer com que você acorde com dor. 

Seu colchão

A escolha errada do colchão também pode ser responsável pelo sintoma, pois causa dores musculares e na coluna. 

O seu colchão deve ser escolhido com cautela de acordo com o seu biotipo. É importante que ele ofereça o apoio necessário a coluna, além de conforto dinâmico para que micromovimentos não se transformem em microdespertares.

Seu travesseiro

Assim como o colchão, o travesseiro tem tudo a ver com acordar com dor no pescoço. A escolha do modelo ideal dependerá muito de como você dorme. Em geral, é essencial que a peça mantenha a coluna alinhada, dando suporte a curva cervical. 

Dormir com travesseiros altos ou baixos demais deixa o pescoço mal posicionado, forçando o seu alinhamento natural, o que pode causar dor. 

Leia mais sobre o tema aqui. 

Seu parceiro

Dormir a dois não é tão fácil para todo mundo, por isso, pode ser que o seu parceiro seja responsável por você acordar com dor no pescoço. A postura de ambos deve ser avaliada e corrigida se necessário. 

Para avaliar se esse é o caso, procure reparar se o colchão oferece o conforto dinâmico necessário para ambos, além de dar atenção a como você dorme, sua postura, seus hábitos e onde tem dormido. 

Tensão muscular

Quando falamos em tensão muscular, nos referimos àquele incômodo causado pelo excesso de tônus muscular, ou seja, pela contração excessiva de um músculo.

Dormir numa posição errada pode provocar tensões musculares e fazer com que você sinta dor no pescoço logo ao acordar. 

Torcicolo 

Quem nunca acordou com torcicolo? O torcicolo geralmente acontece durante a noite, e além de acordar com dor no pescoço, a pessoa tem dificuldades para mexer a região cervical. 

O quadro se diferencia por ser fácil identificar o local da dor e somente um lado ser afetado. Suas principais causas são má noite de sono, tensão muscular e posicionamento inadequado.

Bruxismo

O bruxismo é uma condição marcada pelo ranger involuntário dos dentes durante a noite. Com isso, há contração da mandíbula e uma maior pressão sobre a musculatura do pescoço, que por ficar sobrecarregada, pode amanhecer dolorida. 

Além de um caráter hereditário, o problema tem relação com estresse, irritabilidade e ansiedade.

É preciso dormir do jeito certo

Assim como é importante manter uma boa postura ao longo do dia, é também essencial se preocupar com a maneira como você se posiciona enquanto dorme, evitando forçar demais a sua musculatura e a coluna vertebral. 

Como você costuma dormir?

 

De costas

Se você gosta de dormir de costas, ou seja, com a barriga para cima, tenha cuidado, pois pode ser que a parte inferior da sua coluna sofra com o excesso de pressão. 

Quanto ao pescoço não é diferente. Essa posição leva a hiperflexão da coluna cervical, o que pode ser o motivo de você acordar com dor no pescoço. 

Para evitar problemas, faça o possível para reduzir os pontos de pressão. Mantenha os joelhos dobrados e use um travesseiro para deixá-los confortáveis. 

Como apoio para a cabeça e o pescoço utilize um travesseiro baixo ou médio, que preencha confortavelmente o espaço entre a cervical e a nuca.

 

De lado

Essa é a posição ideal para dormir do ponto de vista médico. Dormir de lado faz com que a coluna se mantenha alinhada, evitando uma pressão excessiva sobre alguma de suas partes. 

Nesse caso, é recomendado um travesseiro que se adéque à distância entre os ombros e o pescoço, além de um outro entre os joelhos para mantê-los semiflexionados. 

 

De bruços

Embora não seja uma posição aconselhável para o sono, caso você opte por dormir de bruços, existem formas de prevenir problemas. 

Use um travesseiro baixo para a cabeça e encaixe outro, também mais fino, sob o abdômen, na região da cintura, para garantir um bom apoio para a coluna. 

Dê atenção ao incômodo

acordar com dor no pescoço

Como vimos, não necessariamente acordar com dor no pescoço quer dizer que você esteja sofrendo com um problema sério, porém, é muito importante que você dê a devida atenção ao sintoma. 

Veja abaixo alguns motivos. 

Prevenir complicações

A manutenção de uma má postura durante o sono, por exemplo, pode causar complicações graves, dando origem a problemas como artrite reumatoide e enrijecimento da musculatura.

Por isso, diante do sintoma, não deixe de procurar ajuda médica. 

 

Identificar a causa

Toda dor é um sinal de alerta de que algo não vai bem com o corpo, com a dor no pescoço ao acordar não é diferente. 

O caso pode ser simples, identificado durante a própria anamnese com apoio do exame físico, ou um pouco mais complexo, demandando a realização de exames de imagem para identificação da origem da dor. 

Em todo caso, o diagnóstico da causa é o primeiro passo em direção ao tratamento adequado e alívio da dor. 

 

Evitar que o problema se repita

Ninguém gosta de sentir dor, e a melhor forma de evitar que um problema como esse se repita é identificando e tratando a sua causa. 

O tratamento para dor no pescoço pode incluir medicamentos, fisioterapia, exercícios de fortalecimento, dentre outras medidas. Adotar hábitos de vida saudáveis também é essencial. 

 

Diagnosticar doenças mais graves

Muitas vezes o que parece um simples desconforto por má postura pode ser sinal de uma condição um pouco mais preocupante, em especial se surgirem outros sintomas concomitantes. 

O diagnóstico precoce é crucial para evitar que doenças mais sérias se desenvolvam, ou seja, diante da suspeita de que algo está errado, procure ajuda médica.

Como evitar acordar com dor no pescoço

Algumas orientações básicas podem te ajudar a evitar acordar com dor no pescoço. Já demos algumas pistas sobre elas ao longo deste artigo, mas faremos questão de catalogá-las abaixo, afinal, a prevenção é o melhor caminho.

  • Prefira dormir de lado e utilize um travesseiro na altura do ombro para um melhor alinhamento da cabeça;
  • Ao dormir de costas, prefira um travesseiro mais baixo para evitar a hiperflexão ou hiperextensão do pescoço;
  • Evite dormir de barriga para baixo;
  • Observe se a densidade do colchão é adequada para o seu peso;
  • Pratique atividade física regularmente; 
  • Pilates, RPG e osteopatia também podem ajudar;
  • Procure tirar tempo para o lazer e controlar a ansiedade e o estresse; 
  • Diante da recorrência do sintoma, procure ajuda especializada para identificação de sua causa primária.

 

Alguns estudos apontam uma relação entre a qualidade do sono e o fato de algumas pessoas acordarem com dor no pescoço. De acordo com o Harvard Medical School, quem dorme mal tem maior probabilidade de relatar dor musculoesquelética crônica, incluindo dor no pescoço, do que aquelas que dormem profundamente durante a noite. 

Portanto, se você tem sentido dor logo ao despertar, vale também ficar atento a qualidade do seu sono. Pratique a higiene do sono e, se necessário, procure ajuda médica. 

Saiba mais sobre dor no pescoço e quando se preocupar!

Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

Dr. Andrew Seung Ho Park

CRM-SP: 157730 / RQE: 67991 | Médico Fisiatra e Neurofisiologista. Formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Residência Médica em Fisiatria e Neurofisiologia Clínica (Eletroneuromiografia, Aplicação de Toxina Botulínica tipo A) pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Professor Colaborador do Centro de Estudos Integrados de Medicina Chinesa.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Send this to a friend