CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Lipossubstituição da musculatura

Lipossubstituição natural e patológica da musculatura

Lipo é o elemento linguístico que traduz ideia de gordura. A lipossubstituição é um processo natural que ocorre ao longo do envelhecimento.

A sarcopenia – hipotrofia do volume das fibras musculares – se acelera com o passar das décadas. Assim, o espaço anteriormente ocupado pelas fibras musculares é parcialmente substituído por tecido gorduroso.

Em jovens e adultos aparentemente saudáveis, adipócitos podem se acumular de forma gradativa na musculatura hipotrófica. Isso pode ser causado por obesidade, mas também por doenças como a diabetes tipo 2 e a distrofia muscular. Em casos como esses, existem disfunções e patologias associadas a uma lipossubstituição da musculatura, condição chamada também de infiltração gordurosa.

A hipotrofia muscular acompanhada de infiltração gordurosa acontece em diferentes músculos, levando à diminuição da tonicidade. Pode acometer músculos menores, como aqueles próximos da coluna vertebral.

Em muitos casos, a lombalgia está associada à perda de musculatura nessa região do corpo. Porém, se a hipotrofia é a causa ou a consequência da experiência dolorosa ainda é uma pergunta sem resposta.

Adipócitos estão onde não deveriam estar

A substituição sequencial de músculo por tecido gorduroso é um desvio da normalidade. É um processo que compromete a qualidade de vida e, portanto, precisa ser entendido afim que sejam criadas formas de evita-lo.

O tecido adiposo subcutâneo libera células precursoras dos adipócitos na corrente sanguínea. Uma pesquisa mostrou que uma dieta rica em gordura oferecida a camundongos favorece o aumento de tamanho dos adipócitos desse tecido. Esse tamanho acima do normal provoca a liberação no sangue de um tipo especial de células precursoras de adipócitos. Essas células se alojam entre células de diferentes tecidos, inclusive de tecidos musculares.

cropped coluna vertebral stress

Formas de lidar com a lipossubstituição da musculatura

O tratamento adequado demanda conhecer a causa do lipossubstituição da musculatura, uma vez que ela não é uma patologia em si, mas o sintoma de algum problema.

Nos quadros de infiltração gordurosa provocada por distrofia muscular, os corticoides são os medicamentos mais comumente prescritos.

Até certo ponto, eles recuperam a força muscular. No entanto, a participação rotineira em sessões de fisioterapia é de extrema importância para fortalecer a musculatura.

Quanto à lipossubstituição do músculo associada à obesidade, a mudança na dieta assume grande relevância. Além de outros inúmeros benefícios, a ingestão de menor quantidade de gordura pode reverter as alterações fisiológicas que ocorrem no tecido adiposo subcutâneo.

Tecnologia com células-tronco talvez traga regeneração da musculatura

Certos tipos de pericitos, células mesenquimais dos vasos sanguíneos de menor calibre, são capazes de regenerar musculatura hipotrófica causada por lipossubstituição. Esse foi um dos resultados obtidos através de ensaios clínicos em camundongos.

Os periquitos do tipo 2 mostraram potencial miogênico (formação de células musculares) depois de serem transplantados em camundongos com lesão propositadamente provocada nos músculos dos membros.

Embora as pesquisas com células-tronco estejam avançadas, o desenvolvimento de técnicas de transplante dessa classe de células em humanos demanda ainda muito esforço.

Referências bibliográficas

Birbrair, A., Zhang, T., Wang, Z. M., Messi, M. L., Enikolopov, G. N., Mintz, A., & Delbono, O. (2013). Role of pericytes in skeletal muscle regeneration and fat accumulation. Stem Cells and Development, 22(16), 2298-2314.

Bojadsen, T. W. A. (2004). Infiltração gordurosa nos mm. multífidus e psoas maior em função do tipo de alteração discal em pacientes com lombalgia: um estudo através de imagens de ressonância magnética. Tese de Doutorado, Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo, São Paulo. doi:10.11606/T.5.2004.tde-01112006-101022.

Girousse, A., Gil-Ortega, M., Bourlier, V., Bergeaud, C., Sastourné-Arrey, Q., Moro, C., Barreau, C., Guissard, C., Vion, J., Arnaud, E., Pradère, J. P., Juin, N., Casteilla, L., & Sengenès, C. (2019). The release of adipose stromal cells from subcutaneous adipose tissue regulates ectopic intramuscular adipocyte deposition. Cell Reports, 27(2), 323–333.e5.

Dr. Carlos Roberto Babá

CRM-SP 47825 / RQE 12910, 19925 | Médico especialista em Ortopedia, Traumatologia e Acupuntura. Médico Colaborador do Grupo de Dor do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Monitor do curso do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado de medicina Chinesa.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.