CENTRO DE TRATAMENTO DE DOR: Dor, Acupuntura Médica, Ondas de Choque, Fisiatria e Fisioterapia.

Paralisia de Bell – Paralisia Facial

Algumas doenças e distúrbios nos acometem do nada, sem ter uma causa aparente. Este é o caso da paralisia de Bell ou paralisia facial periférica. Esta é uma condição bastante rara, mas que pode acometer pessoas em qualquer idade, desde recém-nascidos quanto em adultos.

O nome desse distúrbio é uma homenagem a Charles Bell, o cirurgião escocês que descreveu a doença pela primeira vez em 1821. Confira abaixo mais detalhes sobre este distúrbio[1]Ahmed A. When is facial paralysis Bell palsy? Current diagnosis and treatment. Cleve Clin J Med. 2005 May 1;72(5):398-401..

 

O que á a paralisia de Bell?

A paralisia de Bell, ou paralisia facial periférica, é um distúrbio caracterizado pelo enfraquecimento ou paralisia dos músculos de um dos lados do rosto. A pessoa afetada tem dificuldade em realizar movimentos simples na face, como sorrir, erguer a sobrancelha, ou franzir a testa[2]Melvin TA, Limb CJ. Overview of facial paralysis: current concepts. Facial plastic surgery. 2008 May;24(02):155-63..

Por conta disso, a paralisia de Bell não somente afeta movimentos cotidianos, como também pode ser um problema estético quando o paciente não consegue recuperar esses movimentos por completo.

 

Fatores de risco

Apesar de ser um distúrbio que acomete homens e mulheres de qualquer idade, a paralisia de Bell costuma afetar mais frequentemente pessoas com mais de 40 anos.

Em recém-nascidos, os casos se dão quando há problemas no momento do parto, quando há compressão do nervo facial durante o trabalho de parto. Mas esse problema se resolve sem tratamento em 90% dos casos. Além disso, pessoas que possuem predisposição genética para a doença possuem mais chance de desenvolver esse distúrbio em algum momento da vida.

 

paralisia de bell

Causas da paralisia de Bell

Apesar de não ter uma causa aparente, esse distúrbio é causado por uma reação inflamatória que envolve o nervo facial, que aumenta de tamanho e fica comprimido dentro de um canal ósseo localizado atrás da orelha.

Apesar de não ter uma causa definida, alguns estudos sugerem que esse distúrbio pode estar relacionado a doença de Lyme, uma infecção causada por bactérias ou vírus que afetam o nervo fácil, ou ainda que pode estar relacionado com a infecção causada pelo vírus da herpes, pelo Epstein-barr, pelo citomegalovírus, pelo adenovírus ou pelo vírus da rubéola e até mesmo pelo vírus da gripe.

Por conta desse inchaço no nervo facial, ele fica impedido de transmitir impulsos nervosos para os músculos responsáveis pelos movimentos da face. Os pacientes afetados ficam então com uma aparência assimétrica do rosto, levando não apenas a problemas para realizar funções cotidianas como também problemas estéticos.

Além disso, outros fatores podem estar relacionados à este distúrbio: o estresse, cansaço, imunidade baixa, mudanças bruscas de temperatura, presença de tumores e traumas, distúrbios na glândula parótida, e otite média podem também estar envolvidos no aparecimento da paralisia.

Sintomas

O sintoma que mais aparece é a perda de movimento repentina em apenas um lado da face e que pode piorar com o passar dos dias.

Outros sintomas que podem ser percebidos pelas pessoas afetadas são:

 

Mesmo quando a sensibilidade na face parece normal, muitas pessoas ainda sentem um entorpecimento ou uma sensação de peso no rosto.

 

paralisia facil paralisia de bell

Tratamento para paralisia de Bell

Quando a paralisia é somente parcial, a maioria dos pacientes se recupera por completo, em vários meses, com ou sem tratamento. Isso porque o nervo começa a diminuir o inchaço em algumas semanas e com isso os movimentos da face voltam.

Se a paralisia for total, o tratamento varia de acordo com a extensão na qual o nervo foi atingido. Quando é necessária alguma intervenção, os médicos prescrevem medicamentos, aliados a exercícios de fisioterapia e fonoaudiologia. No entanto, não há uma receita específica para o tratamento dessa doença, pois depende do tipo e extensão do dano, do histórico familiar do paciente, da idade e de suas condições clínicas[3]Adour KK, Wingerd J, Bell DN, Manning JJ, Hurley JP. Prednisone treatment for idiopathic facial paralysis (Bell’s palsy). New England Journal of Medicine. 1972 Dec 21;287(25):1268-72..

Dentre os medicamentos, o mais comum é a prescrição de anti-inflamatórios (corticosteroides) que reduzem o inchaço do nervo facial e recuperam a inervação dos tecidos.

Um órgão que exige atenção especial são os olhos. Os pacientes afetados não conseguem abrir e fechá-los normalmente, sendo necessário a aplicação de colírios para ajudar na lubrificação e pomadas oftalmológicas. Além disso, pode ser indicado também o uso de tampões para manter o olho fechado e evitar que a córnea seja lesionada.

Dentre os exercícios de fisioterapia, os mais recomendados são aqueles que estimulam a musculatura da face, da mastigação e da fala.

O tratamento pela acupuntura pode ajudar na recuperação do movimento muscular local.

Em alguns casos pode ser sugerido a aplicação de botox na face para promover o relaxamento dos músculos faciais caso estejam ocorrendo contraturas e espasmos involuntários no paciente.

O ideal é que a recuperação seja voluntária, sem intervenção, e ocorra dentro de pelo menos três semanas. Se isso não acontecer, recomenda-se o tratamento acompanhado pelo médico, pois caso os sintomas permaneçam por mais de um mês, o risco de ter sequelas permanentes aumenta.

 

Diagnóstico da paralisia de Bell

O diagnóstico é realizado através de uma avaliação clínica e neurológica do paciente. Primeiramente, o médico deve solicitar exames de sangue para ver se há uma infecção viral, como a doença de Lyme.

Em seguida, pode ser solicitado uma eletroneuromiografia, exame que observa a gravidade da lesão do sistema nervoso periférico e registra a atividade elétrica dos nervos e músculos. Na radiografia do tórax pode ser verificado a presença de sarcoidose.

Já exames como a ressonância magnética e a tomografia computadorizada podem ajudar a estabelecer o diagnóstico diferencial e mais assertivo da paralisia facial e evitar complicações futuras.

 

Vimos então que é necessário prestar atenção aos primeiros sinais da paralisia e recorrer a um médico. Somente ele poderá dizer se é possível esperar para iniciar o tratamento ou não. Se o tratamento for iniciado, o paciente deve seguir corretamente os exercícios de fisioterapia acompanhados com os de fonoaudiologia bem como tomar os medicamentos prescritos. Isso aumenta a chance de cura completa e mais rapidamente, sem complicações futuras.
Clinica Hong Jin Pai Sao Paulo e1621991307344

RUA SAINT HILAIRE 96 – JARDIM PAULISTA – SÃO PAULO – SP

Clínica de Dor, Fisiatria e Acupuntura Médica

Clínica médica especializada localizada na região dos Jardins, próximo à Av. Paulista, em São Paulo — SP.

Centro de Dor, com médicos especialistas pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Tratamento por Ondas de Choque, Infiltrações, Bloqueios anestésicos e Acupuntura Médica

Referências Bibliográficas

Referências Bibliográficas
1 Ahmed A. When is facial paralysis Bell palsy? Current diagnosis and treatment. Cleve Clin J Med. 2005 May 1;72(5):398-401.
2 Melvin TA, Limb CJ. Overview of facial paralysis: current concepts. Facial plastic surgery. 2008 May;24(02):155-63.
3 Adour KK, Wingerd J, Bell DN, Manning JJ, Hurley JP. Prednisone treatment for idiopathic facial paralysis (Bell’s palsy). New England Journal of Medicine. 1972 Dec 21;287(25):1268-72.

Dra. Celia Yunes Portiolli

CRM-SP 27971 / RQE 5148 – 19469 | Médica Pediatra e Especialista em Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB (Associação Médica Brasileira), Coordenadora do Curso de Especialização em Acupuntura do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado em Medicina Chinesa Médica colaboradora do Ambulatório de Acupuntura do Centro de Dor da Neurologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Professora do Curso de Especialização em Acupuntura do CEIMEC – Centro de Estudo Integrado em Medicina Chinesa.

Deixe o seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.