AVISO - COVID-19: Estamos com atendimento segunda/terça/quinta/sexta/sábado. Maiores informações, entrar em contato via WhatsApp

Cefaléia Tensional – O que é, sintomas e causas

Estão disponíveis tratamentos para dores de cabeça tensionais. O tratamento de uma dor de cabeça tensional muitas vezes requer um equilíbrio entre hábitos saudáveis, e uso de medicamentos adequados.

O que é cefaléia tensional?

Acredita-se que fatores musculares e psicogênicos são associados com o desenvolvimento de crises de cefaléia tensional. Acredita-se que isso possa ser devido à atrofia do hipocampo resultante de estresse crônico, uma causa de dores de cabeça tensional crônica.

Qualquer atividade que faça com que a cabeça seja mantida em uma posição por um longo tempo sem se mover pode causar dor de cabeça. As atividades podem incluir  postura inadequada no computador, trabalho fino com as mãos e excesso de postura ruim com celular (cervical anteriorizada – text neck). Dormir em uma sala fria ou dormir com o pescoço em uma posição anormal também pode causar dor de cabeça por tensão.

Diferenças entre Cefaléia Tensional e Enxaqueca

Fisiopatologia

Acredita-se que fatores musculares e psicogênicos são associados com o desenvolvimento de crises de cefaléia tensional. Acredita-se que isso possa ser devido à atrofia do hipocampo resultante de estresse crônico, uma causa de dores de cabeça tensional crônica.

Qualquer atividade que faça com que a cabeça seja mantida em uma posição por um longo tempo sem se mover pode causar dor de cabeça. As atividades podem incluir  postura inadequada no computador, trabalho fino com as mãos e excesso de postura ruim com celular (cervical anteriorizada – text neck). Dormir em uma sala fria ou dormir com o pescoço em uma posição anormal também pode causar dor de cabeça por tensão.

Etiologia

O estresse crônico pode resultar na contração dos músculos do pescoço e couro cabeludo, embora nenhuma evidência confirme que a origem da dor é a contração muscular sustentada. Outros possíveis agentes etiológicos incluem:

  • Stress e/ou ansiedade
  • Má postura
  • Depressão

Um estudo mostrou que os pacientes com cefaléia tensional têm a musculatura de extensão do pescoço relativamente mais fracos que a população em geral.

De acordo com os resultados, estes pacientes são 26% mais fracos em relação a musculatura de extensão do pescoço, têm uma relação de extensão/flexão menor, e que têm uma diferença significativa no limite da capacidade muscular de gerar força sobre a articulação do ombro.

Prevalência

Dores de cabeça são responsáveis por 1-4% de todas as idas ao pronto socorro, e são uma das razões mais comunspara um paciente procurar ajuda médica.

Cefaléias tensionais são comuns, com uma prevalência variada na população geral, variando entre 30% e 78%. Esta dor de cabeça pode afetar aproximadamente 1,4 bilhões de pessoas ou até 20% da população mundial.

O aparecimento da primeira crise dessa cefaléia frequentemente ocorre durante a adolescência,  e acomete três mulheres para cada dois homens.

Prognóstico

Cefaléias tensionais podem ser dolorosas, mas não são prejudiciais.

A maioria dos casos é intermitente, e os casos agudos podem não interferir com o trabalho ou vida normal. No entanto, eles podem se tornar crônicos, com maior prejuízo às atividades de vida diárias, caso não se realizem mudanças adequadas do estilo de vida para prevenção destas crises.

Complicações

Complicações da cefaléia tensional podem incluir o seguinte:

  • Uso excessivo de analgésicos que contêm cafeína
  • Dependência de analgésicos opióides
  • Maior risco de sangramentos (como úlceras estomacais e duodenais) com o uso prolongado e inadequado de anti-inflamatórios não-esteróides (ex: aspirina, ibuprofeno, cetoprofeno).
  • Risco de epilepsia 4 vezes maior do que a população em geral

O que causa estas dores tensionais?

A causa não é clara. Não há um único fator precipitador.

Acredita-se que a tensão muscular excessiva seja um dos componentes, mas muitas cefaléias são idiopáticas, ou seja, desenvolvem-se sem razões aparentes.

Algumas crises podem ser precipitadas por diversos fatores, tais como:

  • Tensão emocional, ansiedade, cansaço ou estresse.
  • Tensão e sobrecarga nos músculos do couro cabeludo e pescoço.
  • Tensão do olho.
  • Fome / ausência de alimentação
  • Fatores físicos como a luz solar, frio, calor, ruído, etc.

Sua constituição genética também pode ser um fator. Então, algumas pessoas podem herdar uma tendência a serem mais propensas a desenvolver dores de cabeça tensionais mais facilmente do que outros quando estressado ou ansioso.

Cefaléia tensional é uma dor de cabeça primária – o que significa que não é causada por outras condições. Então, se você tiver uma dor de cabeça tensional, o exame médico e neurológico será normal, com possível exceção da musculatura cervical, que pode estar com aumento de tensão e contratura (dor miofascial, com pontos gatilhos), quando o médico pressioná-los.

História da cefaléia tensional

O surgimento de dor na cefaléia tensional pode ter uma qualidade latejante, e seu início é geralmente mais gradual do que o de enxaquecas.

Comparado com as enxaquecas, cefaléias tensionais são mais variáveis em duração, mais constantes no sintomas, podem afetar bilateralmente a cabeça, e suas dores são menos graves.

Pelos critérios diagnósticos da International Headache Society para cefaléias tensionais, duas características destas devem estar presentes:

Dor em pressão ou aperto (qualidade de não pulsátil)

Localização frontal occipital

Bilateral – leve/moderada intensidade

Não agravada por atividade física

Geralmente, a história da cefaléia tensional é a seguinte:

  • Duração de 30 minutos a 7 dias
  • Sem náuseas ou vômitos (anorexia pode ocorrer)
  • Fotofobia e/ou fonofobia
  • Mínimo de 10 episódios anteriores de dor de cabeça;
  • Dor bilateral, occipital ou bifrontal
  • Dor descrita como plenitude, aperto/apertando, ou pressão
  • Pode ocorrer de forma aguda sob estresse emocional ou intensa preocupação
  • Insônia
  • Tensão muscular ou rigidez nas regiões occipital e frontal do pescoço,
  • Duração de mais de 5 anos em 75% dos pacientes com dores de cabeça crônicas
  • Dificuldade de concentração
  • Não há pródromo
  • Novo início de dor de cabeça em pacientes idosos deve sugerir etiologias além de cefaléia tensional
O exame físico serve principalmente para excluir a possibilidade de outras causas de dor de cabeça.

Exame físico

O exame físico serve principalmente para excluir a possibilidade de outras causas de dor de cabeça.

Os sinais vitais devem ser normais.

O exame neurológico normal.

Tensão ou bandas tensas musculares podem ocorrer no couro cabeludo ou no pescoço, mas sem outros achados positivos no exame físico .

Dor não deve ser provocada sobre artérias temporais ou zonas de gatilho positivo.

Alguns pacientes com dores de cabeça occipital tensão podem ser muito sensíveis quando músculos cervicais superiores são palpados.

Dor associada com a flexão do pescoço e alongamento dos músculos paracervicais deve ser distinguida de rigidez de nuca associado a irritação meníngea.

 

 

Quaisquer outras dores de cabeça são similares à cefaléia tensional?

Algumas condições comuns podem causar uma dor de cabeça semelhante a uma cefaléia tensional.

Estes incluem uma alta temperatura (febre), que pode causar uma dor de cabeça semelhante.

Uma dor de cabeça semelhante também é comum se você não toma cafeína por um tempo quando você estava acostumado a beber muitas bebidas ricos em cafeína, como o café. Esta é uma cefaléia por abstinência de cafeína.

 

 

Qual é o risco de desenvolver dor de cabeça induzida por medicação, se eu tenho dor de cabeça tensional?

Dor de cabeça induzida por medicação é causada pelo abuso (uso excessivo) de analgésicos (ou medicamentos como os triptanos) para dores de cabeça tensional ou enxaqueca. O corpo responde a isto, aumentando o número de receptores de dor na cabeça, sendo que a cabeça se torna excessivamente sensível e a dor é sentida o tempo todo.

Se você encontrar que você está tendo dores de cabeça na maioria dos dias, então isso pode ser uma causa. Consulte um médico para aconselhamento.

 

 

 

Considerações de abordagem

Exames de laboratório devem ser normais e inespecificos em casos de cefaléia tensional. Testes específicos devem ser obtidos se a história ou exame físico sugerirem outra possibilidade diagnóstica.

Tomografia computadorizada do crânio ou uma ressonância magnética podem ser necessários somente quando o padrão de dor de cabeça for alterado recentemente, quando a cefaléia não puder ser claramente definido como um distúrbio comum de cefaléia primária (que não seja em cluster, enxaqueca ou dor de cabeça tensional) ou o exame neurológico revela resultados anormais.

A melhor abordagem é tentar descobrir o que desencadeia a dor de cabeça.

Quais são os tratamentos para cefaléia tensional?

Mudanças de estilo de vida

A melhor abordagem é tentar descobrir o que desencadeia a dor de cabeça. Mudanças no estilo de vida também podem ajudar. Uma caminhada, fazer exercício ou simplesmente fazer uma pausa da rotina normal pode ajudar. Uma massagem no pescoço e ombro pode ajudar. Uma flanela quente em seu pescoço ou um banho quente também pode ajudar. Tente beber menos cafeína e mais água. Tente ter uma dieta saudável, onde você come regularmente e ter um bom equilíbrio de alimentos de energia de liberação lenta, ao invés de excesso de açúcares.

Reduzir o número de travesseiros que você dorme às vezes pode ajudar, especialmente se você dorme em mais de duas almofadas. Dormir de lado em almofadas de altas significa que seu pescoço está dobrado que pode causar tensão e, por consequência, resultar em dores de cabeça.

Outras maneiras de evitar cefaléias de tensão incluem um sono adequado, evitando o ruído excessivo que prejudica a qualidade do sono reparador.

Ocasionalmente, há relatos de que cefaléias tensionais possam ser causadas por leitura com pouca luz durante longos períodos.

Cuidados médicos

Várias modalidades são utilizadas no tratamento de dores de cabeça de tensão. Estes incluem bolsas quentes ou frias, ultra-som terapêutico, estimulação elétrica (TENS), melhoria da postura, injeções de ponto de gatilho, bloqueios de nervo occipitais, alongamento e técnicas de relaxamento.

O exercício regular, alongamento, refeições equilibradas e sono adequado pode ser parte de um programa de tratamento de dor de cabeça.

A Acupuntura pode ser útil para pacientes experimentando cefaléia tensional freqüente ou crônica.

Medicina alternativa

Técnicas de relaxamento como a meditação são eficazes para dores de cabeça crônicas como medido pelos parâmetros de dor de cabeça. Na literatura médica, tem sido demonstrado que pacientes com cefaléias crônicas tem níveis menores de cortisol com a prática da meditação a longo prazo.

A Acupuntura pode ser útil para pacientes experimentando cefaléia tensional freqüente ou crônica. Uma revisão de onze estudos envolvendo 2.317 pacientes encontrou evidências para apoiar a acupuntura como uma ferramenta valiosa, não farmacológica para cefaléia tensional episódica ou crônica.

Dois estudos de revisão sistemática compararam a acupuntura para tratamento de dores de cabeça agudas ou cuidados de rotina único e encontraram benefícios da acupuntura estatisticamente significativos e clinicamente relevantes a curto prazo (até 3 meses) sobre o tratamento controle, com melhora na intensidade da dor, e diminuição do número de dias de dores de cabeça.

De acordo com vários estudos, a massagem pode também ser uma terapia eficaz para indivíduos que sofrem de cefaléia tensional. A massagem pode aliviar os músculos tensos e contraturados na parte de trás da cabeça, pescoço e ombros, que por sua vez podem ajudar aliviar a cefaléia.

Analgésicos

Analgésicos muitas vezes funcionam bem para aliviar uma dor de cabeça tensional.

Porém, você deve evitar o consumo abusivo dos analgésicos. Em média, não deveria precisar de mais de dois dias por semana para o tratamento de cefaléias. Consulte um médico se você precisar tomar analgésicos para cefaléias mais frequentemente do que isso. O abuso dos analgésicos pode levar a uma condição chamada cefaléia induzida por analgésicos.

Como posso ter certeza que não tenho um tipo mais grave de dor de cabeça?

A cefaléia tensional, apesar de poder ser importante, é considerada uma cefaléia benigna, sem grandes prejuízos neurológicos ou sintomas mais graves.

Um médico diagnostica as cefaléias tensionais pela história do paciente, e avaliação física.

Além disso, não há nada anormal para encontrar-se um médico examina você (além de um pouco de tensão dos músculos ao redor da cabeça, quando uma dor de cabeça está presente).

Testes (como exames laboratoriais ou exames de imagem) não são necessários, a menos que você tenha sintomas incomuns, ou que se suspeite de algo diferente de cefaléia tensional.

Os tipos de sintomas que podem fazer um médico realizar mais testes de investigação para ter certeza que sua dor de cabeça não é grave incluem se:

  • Você teve um ferimento na cabeça significativo nos últimos três meses.
  • Sua dor de cabeça são o agravamento e acompanhada pela alta temperatura (febre).
  • Extremamente de repente começam a suas dores de cabeça.
  • Você desenvolveu problemas com discurso e equilíbrio, bem como dor de cabeça.
  • Você desenvolveu problemas com sua memória ou mudanças em seu comportamento ou personalidade, bem como dor de cabeça.
  • Você está confuso ou confusa com sua dor de cabeça.
  • Sua dor de cabeça inicia quando você tosse, espirrar ou tensas.
  • Sua dor de cabeça é pior quando você se senta.
  • Sua dor de cabeça é associada com os olhos vermelhos ou dolorosos.
  • Suas dores de cabeça não são como qualquer coisa que você nunca experimentou antes.
  • Você tem um sintoma inexplicável (como vômitos), com a dor de cabeça.
  • Você tem baixa imunidade – por exemplo, se você tem HIV, ou está usando medicação esteróide oral ou imunológico
  • Você tem ou teve um tipo de câncer que pode se espalhar através do corpo.

 

Como posso evitar cefaléias tensionais crônicas ou freqüentes?

Diário da dor

Manter um diário da dor pode ajudar, se você tem dores de cabeça frequentes.

Observe quando, onde, a intensidade de cada dor de cabeça é, e quanto tempo dura cada crise de cefaléia. Observe também que pode ter causado isso.

Um padrão pode surgir e você pode encontrar um gatilho para evitar. Por exemplo, fome, cansaço ocular, má postura, stress, raiva, etc.

Também tente tomar nota das coisas que fez melhorar a dor e coisas que eram diferentes dos dias quando estava bem, que podem ajudar a apontar para uma pista sobre o que estava errado.

Stress

O stress é um disparador para algumas pessoas que desenvolvem dores de cabeça tensional. Evite situações estressantes, sempre que possível. Às vezes um trabalho estressante ou situação não pode ser evitada.

Aprendendo a lidar com o estresse e relaxar pode ajudar. Respiração e exercícios de relaxamento ou estratégias de enfrentamento, podem aliviar a ansiedade em situações estressantes e evitar uma possível dor de cabeça.

Existem livros e aplicativos que podem ajudá-lo a relaxar. Às vezes pode-se recomendar um encaminhamento para um terapeuta ou psicólogo.

Nutrição e suplementos dietéticos

Certos alimentos podem desencadear dores de cabeça tensionais, incluindo:

  • Chocolate
  • Queijo
  • Glutamato monossódico (MSG), um realçador do sabor
  • Alimentos que contêm a aminoácido tiramina, encontrada em vermelho vinho, envelhecido queijo, peixe defumado, fígado de galinha, figos e feijão
  • Nozes
  • Manteiga de amendoim
  • Algumas frutas, como abacate, banana e frutas cítricas
  • Cebolas
  • Produtos lácteos
  • Carnes curadas que contenham nitratos – bacon, salsichas, salame
  • Alimentos fermentados ou em conserva
  • Alimentos e bebidas que contêm cafeína

Se você suspeitar que qualquer destes alimentos seja um gatilho para suas dores de cabeça, você pode seguir uma dieta de eliminação, eliminando todos os itens nesta lista de sua dieta e depois reintroduzi-los um de cada vez.

Preste muita atenção para avaliar se o número de dores de cabeça aumenta depois de comer alimentos específicos. Assim, você sabe quais alimentos a evitar. Um gatilho que precipita crises importantes para uma pessoa, como por exemplo o chocolate, pode não ser necessariamente similar ao seu.

Se você está tendo regularmente cefaléias tensionais, como mais de quatro vezes por mês, então talvez seja melhor começar o tratamento preventivo.

Tratamento preventivo de crises

Antidepressivos tricíciclos como a amitriptilina são um dos medicamentos mais comumente usados para evitar dores de cabeça tensionais. O tratamento com tricíclicos pode ser retomado as cefaléias retornarem (reincidência). Outros medicamentos são por vezes tentados se os tricíclicos não obtiverem resposta.

O momento de considerar a tomar medicação para a prevenção de dores de cabeça não é claro. Se você está tendo regularmente cefaléias tensionais, como mais de quatro vezes por mês, então talvez seja melhor começar o tratamento preventivo antes que as crises de cefaléia se tornem muito freqüentes. Isto pode evitar que dores de cabeça tensional episódica freqüente de tornarem-se cefaléias tensionais crônica. Converse com seu médico quanto ao melhor tratamento.

Os objetivos do tratamento preventivo são de reduzir a frequência e intensidade das dores de cabeça. Qualquer crise de dor de cabeça que ocorrer enquanto estiver tomando a medicação preventiva também pode ter intensidades menores, do que aqueles sem o tratamento adequado.

Outras considerações

Gravidez

Algumas mulheres que são propensas a terem cefaléias podem ter crises mais frequentemente quando estão grávidas.

No entanto, há casos em que mulheres podem ter menos crises de dores de cabeça durante a gravidez, especialmente durante o segundo trimestre.

Advertências e precauções

Use medicamentos somente como prescrito pelo seu médico. O uso regular inadequado de alguns medicamentos pode causar dores de cabeça rebote.

Chame seu médico se você tem uma nova dor de cabeça, com padrão diferente em relação às suas dores usuais, ou se uma medicação que antes proporcionava alívio analgésico parece não ter mais efeito.

Dr. Marcus Yu Bin Pai

CRM-SP: 158074 / RQE: 65523 - 65524 | Médico especialista em Fisiatria e Acupuntura. Área de Atuação em Dor pela AMB. Doutorando em Ciências pela USP. Pesquisador e Colaborador do Grupo de Dor do Departamento de Neurologia do HC-FMUSP. Diretor de Marketing do Colégio Médico de Acupuntura do Estado de São Paulo (CMAeSP). Integrante da Câmara Técnica de Acupuntura do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP). Secretário do Comitê de Acupuntura da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED). Professor convidado do Curso de Pós-Graduação em Dor da Universidade de São Paulo (USP)

5 Comentários

Deixe o seu comentário.
  • Gostaria de dar uma olhada nas referencias utilizadas, estou fazendo uma revisão de bibliografia, para conclusão da especialização de acupuntura. fiquei interessada na atrofia de hipocampo, baixos níveis de cortisol. e não achei nenhum estudo desse kiran. Poderias me mandar?? Meu tcc _ Cefaleia tensional e o tratamento pela acupuntura

  • Boa noite tenho dores de cabeça de 2 a 3 vez por dia dor muito intensa no lado direito e no olho direito uma dor pulsante já faz 3 semanas que estou assim o médico me receitou naproxeno de 12 em 12 horas mais a dor vou tá já faz 3 semanas que estou tomando o medicamento

  • Sinto muitas crises de dores de cabeça,enxaquecas pois são muito agressivas,posso dizer as piores que já sento em toda minha vida,mais no início do ano fiz uma tomografia e não deu nada,fico receosa de ter aneurisma,pois estou apresentando esquecimentos constantes, o que devo fazer?

  • Dificilmente sinto dor de cabeça, mas esses dias eu tenho me sentindo apavorada, bastante ansiosa e estressada. No início da semana entrei na TPM e ontem (29/04) senti dor de cabeça, como se fosse um aperto, tomei um paracetamol e aí acordar havia passado, mas ficou uma dor muscular do lado esquerdo do pescoço. Depois do café, por volta das 11hs o incomodo voltou, mas resolvi não tomar nada pq não estava muito forte. O que devo fazer?

  • Meu esposo faleceu 15 de agosto 2019. Após a morte dele eu passei a sentir dores dentro da cabeça muito forte já fiz uma tomografia da cabeça devido eu sentir muitas dor não deu nada mas continuo com dor de cabeça começa na cabeça descendo para o pescoço e as pontas do meus dedos estão formigando..Acontece 2 vezes no mês ou quanto fico nervosa .Qual remédio que devo tomar ?

Deixe o seu comentário

Send this to a friend